Roberto Bolaños, o criador de Chaves, faleceu no dia 28 de novembro de 2014, em Cancún, México, onde morava com sua esposa Florinda Meza (sim, a dona Florinda mesmo). O falecimento de Bolaños deixou muita gente mal aqui no Brasil, e lá no México, claro, mas os fãs (hoje adultos) que eram crianças nas décadas de 1980 e 1990, mostraram seus sentimentos nas redes sociais. Foram tantas imagens, tantos desenhos, textos, vídeos e homenagens, que chorei algumas vezes, confesso.

Quem estiver em São Paulo até o dia 07 de dezembro de 2014, poderá matar um pouquinho das saudades do Chavinho, como era chamado pelos amigos de vila, no seriado. Eu vou tentar ir no dia 05, já que estaremos lá por aquelas bandas para a Comic Con Experience, vamos ver se dá certo! A homenagem ao ator no Memorial da América Latina seria realizada apenas no domingo, dia 30 de novembro, mas acabou sendo prorrogada – a organização declarou que mais de 10 mil pessoas passaram pela exposição no primeiro dia.

mostra chaves sp

A mostra da vila (réplica fofa e quase perfeita, porque só faltou o Chaves) está rolando no Pavilhão da Criatividade, todos os dias das 09 as 18 horas e a entrada é gratuita (prepare-se para a fila gigante) – ah, e pode tirar foto dentro do barril. O cenário foi montado pelo SBT e a mostra faz parte da exposição “SBT Compartilhe”, que além de reproduzir uma parte da vila de Chaves, apresenta cenários e curiosidades de outros programas. Com a morte de Bolaños, a emissora decidiu prestar a homenagem reorganizando parte dela no Memorial.

muerte chesperito

Tradicional nos lares mexicanos, o Altar dos Mortos é uma forma bem humorada das famílias reverenciarem os que perderam. Para isso, colocam no altar fotos, objetos, bebidas preferidas, caveiras de açúcar e bonecos mitológicos como La Catrina.

Fica a dica então para quem curtia o ator, o personagem, a vila, o seriado todo e a ingenuidade de uma época que guardaremos para sempre em nossas memórias. Se vocês forem no dia 05 de manhã, não esqueçam de nos avisar no Facebook, estaremos por lá! Beijos!