GAME OF THRONES | Casa Targaryen: Perfil de Aerys II – O Rei Louco!

PORQUE O PAI DE DAENERYS ENLOUQUECEU???

Hoje daremos andamento aos perfis dos personagens do passado recente de Daenerys Targaryen, agora é a vez de seu pai Aerys II;

Aerys era filho do príncipes Jaehaerys e da princesa Shaera * irmãos e filhos do Rei Aegon V, que na época ainda era o rei regente dos “Sete Reinos”.

Pouco anos depois nasceu sua irmã Rhaella, com quem manteve um convívio pacifico durante a infância e juventude.

Aerys era alto e magro, cabelos brancos e olhos roxos escuros: era amável, generoso e gentil, porem de um temperamento forte e irritadiço.

Acreditando no amor, seu pai, o príncipe Jaehaerys queria permitir que seus filhos escolhessem seus companheiros, no entanto, ao escutar a profecia realizada por uma bruxa a sua cunhada: Jenny de Pedravelhas, onde alegava que um grande salvador intitulado “O Príncipe Prometido” nasceria das linhagens unidas dos irmãos Aerys e Rhaella, ele ordenou que seus filhos se casassem, mesmo ambos não aprovando. *convívio pacifico entre os irmãos não era o mesmo que amor, sendo assim, após o casamento, ambos meio que apenas se suportavam.

Mesmos desgostosos, Aerys e Rhaella se casaram e em pouco tempo a princesa já estava gravida, dando a luz meses depois ao príncipe Rhaegar que veio ao mundo no mesmo dia que seu avô Rei Aegon V faleceu durantes os eventos da “Tragédia de Solarestival”, assim como muitos outros membros da casa Targaryen também: O Castelo de Solarestival era pouco fortificado, usado pelos Targaryen como um palácio de verão e foi destruído em um grande incêndio: o fogo deixou o castelo arruinado e resultou na morte do Rei Aegon V, seu filho mais velho e herdeiro, o Príncipe Duncan, e do Senhor Comandante da Guarda Real, Sor Duncan “o Alto”.

CURIOSIDADE 1: As lendas e canções de Westeros alegam que o Rei Aegon V colocou fogo no castelo durante uma tentativa falha de “chocar” os ovos de dragões que há muito tempo se encontravam petrificados, através do liquido chamado de “Fogo Vivo”.

A princesa Rhaella deu à luz a Rhaegar Targaryen, que nasceu do “sangue e do pesar”, assim diziam as canções da época.

O menino cresceu com uma imensa e complexa fascinação por “Solarestival” e passava horas em suas ruinas, chegando algumas vezes, a adormecer no local.

Seu pai, o príncipe Jaehaerys ascendeu ao trono logo em seguida, no entanto, seu reinado durou apenas três anos, devido a uma doença não descrita, sendo sucedido no “Trono de Ferro” por seu filho, Aerys, que passou a ser chamado de Aerys II.

O reinado de Aerys II iniciou-se com uma grande promessa de prosperidade: foram quase doze anos pacíficos, onde recuperou-se da “Tragédia de Solarestival” e se tornou forte novamente.

Aerys II impressionou a todos com suas drásticas mudanças: substituindo velhos conselheiros por rostos mais jovens e que prometiam sucesso ao reino; tanto que impressionado com o jovem Tywin Lannister *que destruiu uma rebelião de vassalos com muita destreza* decidiu o nomear como sua “Mão”. *a aliança política se transformou em amizade com rapidez.

No entanto, é valido lembrar que problemas surgiram e mudaram completamente a regência e Aerys II, assim como o caráter e a mente do rei.

CURIOSIDADE 2: Tywin Lannister se provou um brilhante administrador e como consequência sua popularidade e fama aumentaram ao ponto de o povo acreditar que era ele quem governava o reino e não o Rei Aerys II, o que deixou o rei muito irritado. *O capitão da guarda de Tywin Lannister, Sor Ilyn Payne, teve a língua arrancada com tenazes quentes por repetir esse boato. *iniciava aqui os problemas com relação a raiva e controle de Aerys II.

Temeroso e com inveja de Tywin Lannister ter o povo a seu favor, Aerys II decidiu depender menos de Tywin e passou a trata-lo com menos elegância.

Um bom exemplo disso foi à forma como Aerys II se referiu a esposa de Tywin: Joanna, logo após saber que ela lhe dera gêmeos já na primeira gravidez: UMA MENINA E UM MENINO; ele disse em alto e bom tom que ele como Rei deveria ter exercido o direito a primeira noite *pratica a muito tempo abolida nos Sete Reinos* e ainda acrescentou que obviamente tinha se casado com a mulher errada *humilhando a esposa-irmã Rhaella perante a corte, visto que Joanna Lannister era sua dama de companhia e amiga na época.

CURIOSIDADE 3: A Rainha Rhaella era uma mulher bela e gentil, no entanto, após o nascimento do príncipe Rhaegar, ela e Aerys II tiveram muitos problemas para conceber novos herdeiros; os 17 anos seguintes foram de constantes abortos e natimortos; em seu primeiro aborto, Aerys II a confortou e esteve sempre presente no momento de fragilidade emocional, porém, com as consecutivas gravidez sem sucesso, Aerys II passou a acreditar que a esposa o traia e que as crianças mortas tinham sido bastardos; tal acusação causou o confinamento da Rainha Rhaella em uma das torres da Fortaleza Vermelha. *Rhaella passou a ser acompanhada por duas septãs, que ficavam dormindo no quarto com ela para garantir que ela permanece-se fiel ao rei; com isso Rhaella foi ficando cada vez mais triste e com sua saúde fragilizada; deprimida ela já não se importava com sua aparência, cabelo e pele que ficaram em ruina ao longo dos anos posteriores.

Algum tempo depois Lorde Tywin Lannister organizou um torneio em honra ao rei, afim de amenizar, qualquer que fosse o atrito entre eles; aproveitando a oportunidade Lord Tywin propôs ao rei que sua filha Cersei selasse uma união entre as duas casas através de uma casamento com o príncipe Rhaegar, porem, Aerys II temia o poder e a ambição de Tywin e imediatamente rejeitou a oferta, dizendo que seu filho e herdeiro não se casaria com a filha de um simples servo. *Tywin nunca esqueceu aquele insulto.

Pouco depois o Lorde de Valdocaso: Denys Darklyn se recusou a enviar os impostos a coroa, retendo para sim sua lucratividade; Aerys II queria demonstrar que era capaz de resolver a questão sem a interferência de Tywin, dessa forma, Aerys II, inconsequentemente, partiu para Valdocaso.

Aerys II chegou com apenas um único cavaleiro da “Guarda Real” e exigiu a morte de Lorde Denys; não desejando morrer, Lorde Denys prendeu o Rei.

Obviamente, coube a Tywin Lannister, como “Mão do Rei” resolver a questão, no entanto, não teve presa para realizar o resgate: Tywin manteve um cerco por meses ao Castelo de Valdocaso, até que Sor Barristan Selmy, membro da “Guarda Real”, finalmente se infiltrou no Castelo e resgatou Aerys II com vida.

CURIOSIDADE 4: como Lorde Denys não tinha mais um refém, acabou por se render e implorou por misericórdia; porem, Aerys II estava destruído mentalmente e só desejava vingança para com seus carcereiros: ordenou que a Casa Darklyn foi extinta, assim como a Casa Hollard, aliada durante os eventos de Valdocaso. *os membros dessas duas casas foram brutalmente torturados e posteriormente mortos através de fogo; apenas o jovem Dontos Hollard foi poupado, devido a um pedido direto de Sor Barristan Selmy, que só foi atendido por ter sido o “herói” que libertou Aerys II.

Esses eventos foram um marco para a descida de AerysII rumo à loucura, afinal, depois de tanto tempo em cativeiro, passou a enxergar inimigos em todos os cantos e passou a agir como um paranoico, além de assediar as mulheres da corte, incluindo a dama de companhia de sua esposa Rhaella: Lady Joanna Lannister, esposa de Tywin, com maior fervor.

Cheio de ciúmes e suspeita, o rei não confiava nem em sua esposa e herdeiro, e especialmente não confiava em sua Mão, já que passou a acreditar que Tywin queria que ele morresse em Valdocaso, sendo assim, e após ouvir sobre os talentos de Varys, ele o trouxe de Essos e o nomeou como o “Mestre dos Sussurros”, acreditando que o eunuco o alertaria sobre possíveis ameaças.

Aerys II se tornou brutal e seu fascínio pelo fogo o fez buscar conhecedores da produção de “Fogo Vivo”.

CURIOSIDADE 5: O “Fogo Vivo” é uma liquido muito volátil, capaz de acender ao mínimo contato e permanece aceso por pelo menos 2 horas depois de sua combustão.

A relação de Aerys II com Lorde Tywin Lannister desandou rapidamente depois disso: Joanna Lannister foi embora da corte e nunca foi revelado o motivo de sua partida. *especulasse que Joanna pediu para ir embora da corte, pois estava cansada das investidas do Rei Aerys II e que ela possa ter sido estuprada por ele e não ter contato a seu esposo, afim de evitar uma desgraça maior.

CURIOSIDADE 6: o nascimento de um anão na Casa Lannister, meses depois de sua partida de Porto Real, causou muitas fofocas nos Sete Reinos e muitos acreditavam que Tyrion não era de fato um Lannister e sim um Targaryen bastardo do Rei Aerys II. *fato nunca confirmado nos livros nem na série, no entanto, ressalvo que Tyrion é descrito nos livros como tendo cabelos loiros muito claros, quase brancos; sendo muitas vezes referido como: o leão branco. *Joanna Lannister faleceu durante o seu parto, o que causou uma dor profunda a Tywin, que o amargurou para sempre, tanto que passou a tratar Tyrion como um paria dentro da família e o acusando constantemente de ser o responsável pela morte da mãe.

Nos seus últimos anos de vida, Aerys II passou a transparecer a loucura em todos os centímetros de seu corpo: passou anos sem cortar os cabelos, a barba e as unhas, pois temia qualquer presença de lamina. *alguns afirmam que devido a alguma tortura que veio a sofrer em seu tempo como refém em Valdocaso.

O príncipe Viserys finalmente nasceu, quando o princiepe Rhaegar já era um rapaz feito; Viserys era um menino pequeno e robusto, e acima de tudo, saudável. Aerys II temia que o menino tivesse o mesmo destino de seus demais filhos mortos e impediu que o menino fosse tocado por qualquer um além dele, incluindo sua mãe Rhaella, que foi proibida de ficar a sós com Viserys; quando enfim o leite de Rhaella secou, Aerys II fazia com que um provador de comidas, sugasse o seio da ama de leite para assim, garantir, que o menino não fosse envenenado através dos mamilos da mulher.

Lorde Tywin Lannister ainda desejava firmar casamento entre Rhaegar e Cersei, tanto que recusou um acordo com a Casa Martell, alegando que não casaria seus gêmeos com uma casa dornesa, gerando um desconforto entre ambas as Casa.

Posteriormente a esse atrito, a Casa Martell buscou a corou e conseguiu firmar um casamento entre sua princesa Elia Martell e o príncipe Rhaegar Targaryen, para pouco tempo depois. Diante desse contra tempo, Lorde Tywin ainda manteve sua filha Cersei na corte, talvez esperando casa-la com o príncipe Viserys em algum momento no futuro.

No entanto, quando o Rei Aerys II nomeou Jaime Lannister como membro da “Guarda Real”, ficou claro que o rei desejava privar a Casa Lannister de ter um herdeiro digno, visto que Tyrion, era anão e pouco valorizado pela família, dessa forma a Aerys II teria um refém Lannister importante para garantir a lealdade de Tywin: furioso, LordTywin se demitiu do cargo de Mão e voltou com Cersei para Rochedo Casterly imediatamente.

Como substituto de Tywin como “Mão do Rei”, Aerys II proclamou o velho Lorde Owen Merryweather *um homem amável e dedicado a bajular o rei, porém, não muito competente em administrar o reino.

Aerys II era chamado de “Rei Louco” em segredo e esse nome passou a fazer mais sentido ainda, quando sua loucura se voltou a sua esposa-irmã Rhaella: ele desenvolveu um fetiche sexual bizarro que envolvia: fogo, morte e sexo.

Ele executava pessoas através de “Fogo Vivo” e as via arder em meio a gritos até que o fogo se apagasse, depois partia para o quarto de Rhaella e a estuprava brutalmente.

A Rainha Rhaella fez o tudo que pode para poupar seu filho mais novo dos excessos do pai, mantendo-o alheio ao fato de que Aerys II era perturbado em vários níveis. *devido a isso Visyres sempre teve uma visão romantizada do pai e cresceu em seu exilio anos mais tarde, crendo que sua morte foi completamente injusta. #erradomenino.

Rhaegar tentava constantemente amenizar as ações do pai, no entanto, o Rei acreditava que o jovem príncipe conspirava para lhe tirar do Trono de Ferro, sendo assim, não permitia ao príncipe que assumisse grande responsabilidade e nem aceitava sua interferência junto à coroa, muito menos junto às tratativas para com a Rainha mãe Rhaella *agressões essas que causavam grandes brigas entre pai e filho.

CURIOSIDADE 7: pouco antes da rainha ser enviada para Pedra do Dragão para escapar do cerco de Porto Real por rebeldes durante a Rebelião de Robert: Sor Jaime Lannister da Guarda Real lembra em uma passagem dos livros que ouviu a Rainha Rhaella gritando enquanto o rei a estuprava: na porta do quarto estava Sor Jon Darry e Jaime o questionou se eles não deveriam entrar em socorro de sua Rainha: “somos obrigados a protege-la” afirmou Jaime assustado, Sor Jon o respondeu: “nós somos, mas não dele”. *no dia seguinte as criadas da Rainha Rhaella viram arranhões, marcas profundas de mordidas e grandes hematomas pelo corpo da Rainha.

Quando o príncipe Rhaegar sumiu da corte e em seguida Lyanna Stark desapareceu, o jovem Brandon Stark cancelou seu casamento e partiu para Porto Real; cego de tanto ódio pela ideia de sua irmã ter sido seqüestrada por Rhaegar, foi ate os portões da “Fortaleza Vermelha”, ele e mais quatros jovens companheiro, gritaram exigências e devido a isso, acabaram presos pela Coroa.

Logo em seguida seu pai, o Lorde de Winterfell: Rickard Stark, foi convocado para a capital para pleitear pelo filho, mas tratava-se de um embuste e todos acabaram sendo executados por ordem de Aerys II. Aerys II os prendeu, ambos, pai e filho, frente a frente, com correntes em seus pescoços, em seguida ateou fogo no senhor de norte Rickard Stark e jogou uma espada as pés de Brandon; em seu desespero, Brandon tentou alcançar a lâmina na vã esperança de salvar o pai que agonizava no “Fogo Vivo” e acabou morrendo por enforcamento.

Dizem que o rei Aerys II ria descontroladamente enquanto Brandon sufocava tentando alcançar o pai morrendo em chamas.

Logo em seguida o Rei Aerys II enviou uma carta ao “Vale” solicitando que Jon Arryn demonstrasse fidelidade à coroa Targaryen, através da entrega das cabeças de Eddard Stark, agora herdeiro do Norte e também de seus outros dois irmãos Lyanna e Benjen, acabando assim com a linhagem Stark por completo.

Foi ai que a “Rebelião de Robert” se deu início. *Não irei me aprofundar muito nos detalhes sobre a “Rebelião de Robert” pois já temos um post aqui no site com todos detalhes desse período conflituoso.

A Rainha Rhaella foi enviada a “Pedra do Dragão” no início da gestação de Daenerys e levou com ela o menino Viserys.*vou fazer um post com o perfil de Daenerys e lá colocarei os detalhes desse período de sua vida o/ aguardem.

Ao fim da “Rebeliao de Robert” o jovem Sor Jaime Lannister, “Cavaleiro Juramentado da Guarda Real” matou o Rei Aerys II com uma apunhalada pelas costas, lhe dando o apelido de “O Regicida”.

*não vou entrar em detalhes pois estou fazendo perfil de Jamei para breve.

O Rei Aerys II teve uma morte muito mais que merecida e pra mim foi um dos reis mais cruéis da dinastia Targaryen até o momento é claro.

George R. R. Martin nos abrilhantou recentemente com a notícia de que ainda esse ano de 2018, termos o lançamento do livro: Fire and Blood, onde nos entregara maiores detalhes sobre os reinados da Casa Targaryen.

Espero que tenham gostado do conteúdo… Até o próximo post o/ bjos.

APROVEITE PARA CONHECER NOSSO CANAL DO YOUTUBE:

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ:

Compartilhe:

Quem escreveu?

Marcela Simões

Devoradora de livros, Hq’s, mangás, filmes, séries, animes - enfim, tudo que envolva fantasia me atrai, mas não me limito a esse tipo de enredo; bem eclética, amo quando mergulho em algum tema e só o abandono depois de ter conseguido toda e qualquer informação possível. Puxar assunto? Fale de Game of Thrones ou Harry Potter que o papo vai longe!

Receba todas as notícias do mundo nerd em primeira mão!

Receba todas as notícias do mundo nerd em primeira mão!

Inscreva-se na newsletter do Coxinha!

Por favor, cheque seu email para confirmar a inscrição!