Pois é, tanto que dissemos que não ia rolar, mas acabou rolando mesmo. O Luke, nosso pequeno filhote, acabou cruzando com nossa pequena Leia, logo no primeiro cio dela. Queremos castrá-los, claro, não os manteremos na ativa, mas antes, nada como deixar os pequenos curtirem sua primeira gestação ao nosso ladinho né? A Leia está gigante, com tetas gigantes e numa moleza só. Uma típica grávida mesmo. Já o Luke, bom, esse nem sabe que vai ser pai. Ou sabe? Coletamos algumas boas informações sobre o tema, afinal, somos marinheiros de primeira viagem e acreditamos que, assim como nós, muitos de vocês também são né?

Para começar, a gravidez da cadela tem, normalmente, uma duração de 63 dias desde o dia da ovulação (57-63 dias após cobrição). Essa fase da vida da cadela exige alguns cuidados adicionais, claro, como a dieta da sua pequena. A cadela deve estar no peso ideal durante a gestação, cadelas obesas devem perder peso antes mesmo de pensar em engravidar (kkkkk, mas é sério). Nas três primeiras semanas de gestação, uma cadela em boas condições físicas, aumenta pouco de peso e deve fazer uma dieta de manutenção de boa qualidade. Se estiver muito magra, deve fazer uma ração de crescimento ou performance.

Na terceira semana de gestação, muitas cadelas perdem o apetite e a Leia está mais ou menos saindo dessa fase, ela dura mais ou menos uma semana. As cadelas podem sentir náuseas e vômitos. O apetite normal volta lá pela quarta semana de gestação. Durante o período de perda de apetite, pode tentar-se estimular a alimentação juntando pó de alho à ração, geralmente funciona. Aqui em casa, o que funcionou mesmo foi juntar um pouquinho de arroz sem tempero e deixar a ração um pouquinho úmida. Ela comeu tudinho.

Na segunda parte da gestação, aumentam as necessidades energéticas, como as necessidades de proteínas e carboidratos. Aumentar cerda de 20% da ração de manutenção.  Na fase final da gestação, aumentar 40% da ração de manutenção e dar várias vezes ao dia. Você vai perceber que sua cadelinha vai pedir mais comida mesmo, ela fica mais gulosa!

filhotes

Agora, o grande momento, cerca de 24 a 48 horas antes do parto, a maior parte das cadelas deixa de se alimentar. E durante a segunda e a terceira semana de lactação, devemos aumentar em 80% a ração da cadelinha. Durante a última semana de lactação, devemos começar a diminuir a quantidade de ração. Fiquem ligados, pois o uso de suplementos com vitaminas e sais minerais está contraindicado, se fizermos um boa uso da ração durante todo o período.

Fazer exercícios é sempre importante para nossos cachorrinhos, estando eles grávidos ou não, rss. Mas, passeios regulares são muito aconselhados para as gestantes, evitando-se, claro, grandes esforços, treinos de agilidade ou obediência. 😉 Durante as últimas três semanas de gravidez, a cadela deve ser isolada de outros cães, o que implica ausência de passeios na rua nessa última fase. Ah, e se você tem alguma dúvida sobre vacinação, aqui fica o recado: a cadela não deve ser vacinada durante a fase de gestante, idealmente, ela deve ser vacinada antes do acasalamento.

Você sabia que a cadela precisa ser isolada? A infecção por herpes vírus num cão adulto provoca apenas uma ligeira constipação, mas pode causar aborto na fêmea gestante, assim como morte dos cachorros recém-nascidos. Para evitar o contágio, convém evitar o contacto da mãe com outros cães nas 3 semanas que precedem o parto e nas três semanas pós parto. Existe vacina para evitar o contágio com herpes vírus, assim: 1ª dose – até 10 dias pós cobrição.
2ª dose – entre 1 e 2 semanas antes do parto (43 e 53 dias pós gestação).

O tempo de gestação na cadela (intervalo entre a cobrição e o parto) é de 63 +/- 7 dias (desde a 1ª cobrição ao parto). 6 a 18 horas antes do parto, ocorre uma diminuição de temperatura de cerca de 1,1 a 1,7º C. Assim, deve medir-se a temperatura rectal, duas vezes por dia, nos últimos 15 dias de gestação. Se durante as 24 h após a descida da temperatura corporal ainda não tiver ocorrido o início do parto, a cadela deve ser vista.

cadela

O parto da cadelinha ocorre em três fases, na primeira, a cadela adota um comportamento de ninho, fica inquieta e bem ofegante. Ainda não existem contrações uterinas e esta fase pode durar de 06 a 24 horas. A segunda fase dura de duas a seis horas e pode haver contrações intermitentes durante várias horas até que nasça o primeiro cachorro. Não é normal que haja contrações contínuas e de forma constante. Usualmente, não se passa mais do que uma hora entre o nascimento de dois cachorros seguidos. A fêmea pode descansar cerca de uma hora entre os cachorrinhos, sem contrações.

A terceira fase, mais complicada para algumas pessoas, é quando a placenta sai, isso acontece de 05 a 15 minutos após o nascimento de cada filhotinho. A fêmea remove as membranas amnióticas, limpa o neonato e corta o cordão umbilical, bem prática e organizada mesmo. Se a cadela não fizer isso por algum motivo, o dono deve ajudar, mas gente, isso é muito em último caso, porque a cadelinha já nasce sabendo isso tudo instintivamente. As fêmeas com mais do que um feto alternam entre a fase dois e fase três toda hora.

Como cuidar dos filhotinhos recém nascidos? Para que evitemos a mortalidade entre os pequenos, é necessário ter atenção em alguns fatores: Os recém-nascidos não fazem termoregulação até terem 2 semanas de idade. Assim, a temperatura ambiente deve ser estável e deve rondar os 25 º e uma umidade de 55 a 60 %. Nas primeiras 48 h deve-se ter em atenção se os cachorros mamam. Se não acontecer, deve-se estimular, colocando a boca dos cachorros perto das glândulas mamárias. Deve-se estar atento aos sinais de doença. Estes incluem: choro em demasia, diminuição de atividade, problema para ganhar peso, deixar de mamar, pelo embaçado e seco. Os cachorros devem permanecer com a mãe, pelo menos, até atingirem um mês e meio de idade, altura em que também podem ser administradas as primeiras vacinas. A desparasitação deve ocorrer no primeiro mês e, a partir das primeiras quatro semanas, eles podem começar a fazer uma transição lenta para a alimentação sólida.

Eu pretendo gravar o parto da Leia para colocar aqui. Vamos ver se isso acontece quando eu estiver em casa, daí eu posso trazer tudinho!

Compartilhe: