Entenda por fantasia algo surreal, que pode variar entre o horror e o amor, fadas à bruxas e de zumbis à unicórnios. Somos influenciados por uma cultura estrangeira altamente singular e de vários segmentos. A história e os movimentos culturais norte-americanos foram agentes influenciadores para séries de TV, filmes, livros, webseries e tantas outras coisas. E essa cultura fantástica se espalhou por ser algo totalmente original. Neste post vamos falar, ou melhor, procurar onde se encontra a nossa cultura na literatura fantástica.

Com três livros e adaptações para o cinema, o sucesso de O Senhor dos Anéis foi imenso e mundial, sem falar na trilogia (de cinco) do Guia do Mochileiro da Galáxias e no sucesso, mais atual, dos oito filmes do bruxinho do bem; Harry Potter. Nossa literatura é histórica, tendo em vista que muitos autores famosos brasileiros morreram após a publicação da obra de estreia. Para nossa alegria, isso tem mudado devido a valorização literária, onde os conceitos modernos chegaram novamente trazendo um pouco de nacionalismo esquecido e afogado por tantas conspirações de sucessos literários cinematográficos mundiais.

fantasy

O selo Fantasy – CdP é coordenado pelo Raphael Draccon que lançou a trilogia Dragões de Éter no Brasil e teve então sua ascensão como escritor no país. Os livros transmitem espiritualidade e envolvem o leitor num universo criado magicamente para que as histórias comecem e sejam solucionadas. Com o selo editorial Fantasy – Casa da Palavra coordenado por ele, Raphael edita novas obras brasileiras do gênero utilizado anteriormente por seus livros.

Carolina Munhóz, lançou O Inverno das Fadas e A Fada, ganhando reconhecimento e leitores no universo amplo que essa literatura anda tendo atualmente no Brasil. Afonso Solano é ilustrador, podcaster e, agora, escritor da Fantasy com o livro O Espadachim de Carvão, lançado este ano. Junto com eles, há menções honrosas para Fábio M. Barreto e Leonel Cadela que ficam cada dia mais conhecidos por suas palavras na nova (e única) literatura fantástica brasileira.