DE ACORDO COM BRYAN SINGER, O FILME TAMBÉM HOMENAGEARÁ OS LADOS CONTURBADOS DO CANTOR!

Depois de parar um pouco a internet ao ganhar sua primeira imagem, mostrando Rami Malek como Freddie Mercury, o filme Bohemian Rhapsody ganhou alguns detalhes por meio de seu diretor, Bryan Singer.

De acordo com ele, o longa que contará a história da banda Queen e de seu vocalista será para todas as idades.

“Vamos fazer um filme acessível que celebra a música. Contar a história e a jornada do herói da trajetória de Freddie através da música e de sua vida e fazer isso de forma que muitas pessoas que amam a música possam experienciar o filme, um filme para todas as idades mas que não foge da história.” disse Singer.

O diretor também falou um pouco sobre as partes conturbadas da vida do cantor, dizendo que não vai “esconder” essas histórias mas garantindo que o filme não será nem um pouco focado nisso.

“Não será só sobre a história negra de Freddie, mas falando nesse assunto, isso também será homenageado. Existe um jeito de fazer isso – sem entrar nos detalhes de como estou fazendo – que foi discutido entre todos os participantes e nós sentimos que será homenageado, mas ao mesmo tempo, é sobre a música.”

O filme mostrará a história do eterno Freddie Mercury, passando pelo início da banda Queen e terminando no histórico show da banda no Live Aid, em 1985.

Além de Rami Malek como Mercury, Gwilym Lee (Jamestown) viverá Brian May, Ben Hardy (X-Men: Apocalipse) será Roger Taylor e Joseph Mazzello (A Rede Social) aparecerá como John Deacon.

Bohemian Rhapsody será produzido por Brian May e Roger Taylor, guitarrista e baterista originais da banda. Anthony McCarten (A Teoria de Tudo) está escrevendo o roteiro.

A cinebiografia está marcada para estrear em 25 de dezembro de 2018.

Veja mais sobre Filmes e Músicas

Compartilhe: