Escolha uma Página

Inscreva-se no nosso canal de vídeos no Youtube e no nosso canal de lives no Youtube também.

AMOR EM OBRAS | O clichê que funciona dentro da Netflix!

O AMOR EXISTE…NA NETFLIX!

O cartaz de divulgação parece um filme de Nicholas Sparks. A premissa de Amor em Obras é perfeita para um filme de Nicholas Sparks, daqueles que terminamos acreditando no amor novamente. Diferente dos clássicos do autor norte-americano, porém, não há uma tragédia ou uma doença terminal. O roteiro aqui é moldado pelas dificuldades da vida, associadas ao desafio de viver algo novo. E embora recheado de clichês de um filme romântico, Amor em Obras é uma boa produção.

Diante da gama de conteúdo já lançado em filmes, fica difícil produzir algo verdadeiramente original. Quando o assunto são comédias românticas, os clichês muitas vezes prejudicam. O público que gosta de filmes do gênero, porém, não espera nada diferente de um final feliz para um casal improvável. Adicionamos um galã, uma figura feminina igualmente bonita e adorável e pronto, está formado o romance.

A Trama

A trama de Amor em Obras segue a  jovem Gabriela Diaz, interpretada por Christina Milian. Buscando espaço no mercado machista em que trabalha, ela vê suas ideias ignoradas e/ou deixadas de lado. Quando tudo já estava bagunçado, a empresa declara falência e Gabriela fica desempregada. O inferno astral se completa quando ela resolve terminar com o namorado. Dean (Jeffrey Bowyer-Chapman) não quer nada sério, diferente de Gabriela.

Enquanto curtia a tristeza com vinho e sorvete, Diaz se depara com um anúncio na internet. Bastava escrever 400 palavras e ela estaria concorrendo a uma linda pousada na Nova Zelândia. Ao menos era o que esperava. Após deixar toda a vida para trás, ela embarca rumo a Oceania e a um futuro desconhecido.

Mas se depender da qualidade da pousada, esse futuro vai demorar. Ela descobre ter caído em um golpe e decide traçar um novo objetivo de vida: ela vai reformar toda a construção.

Gabriela

A velha pousada é uma espécie de patrimônio da comunidade, embora abandonada. Quando Gabriela decide reformá-la, recebe o apoio de boa parte da população, principalmente de Jake Taylor (Adam Demos). Os olhos claros e o jeito gentil mexem com Gabriela, mas ela está decidida a seguir sozinha. Quando um resfriado a pega de surpresa, a californiana descobre que precisa de ajuda. É o início de um relacionamento atrapalhado e bem construído entre os protagonistas.

Gabriela voltará para São Francisco após construir a pousada? Estamos falando de uma comédia romântica, então você conhece a resposta.

Amor em Obras

Por mais que saibamos o final, acompanhar a construção da história é bonito. O filme é construído de forma orgânica e leve, sem forçar o relacionamento goela abaixo. A química entre Gabriela e Jake é fundamental para a construção do casal, mas os moradores da cidade, embora em segundo plano, ajudam a construir a  história. O casal dono da cafeteria e a vendedora de plantas são exatamente o que GAbriela e o filme precisavam. É o alívio romântico para o público não saturar.

Amor em Obras é um filme perfeito para ver em um domingo, acompanhado de um balde de pipoca. Não é preciso pensar muito, quebrar a cabeça para tentar entender a história ou o final. O roteiro é objetivo e entrega o que a premissa promete, uma comédia romântica que aquece o coração. Ao final, tudo o que queremos é viver o romance de Gabriela e Jake.

O elenco

Além de Christina e Adam, outros nomes merecem destaque no filme. Claire Chitham vive Shelly, a dona da loja de jardinagem que se torna melhor amiga da protagonista. Blair Strang e Jonathan Martin são os dois proprietários do Café Manaaki e Peter, e se revelam peças fundamentais na formação do casal. Além disso, são simplesmente adoráveis e engraçados, daqueles que queremos ter em nosso ciclo de amizade.

O roteiro fica por conta de Elizabeth Hackett e Hilary Galanoy. Sem muito esforço, constroem algo perfeito para ocupar o catálogo da Netflix. A direção é de Roger Kumble, que também participa na escolha da trilha sonora.

Amor em Obras já está disponível na Netflix. 

INACREDITÁVEL | Minissérie é o retrato da ineficiência do sistema!

Inacreditável, nova minissérie Netflix Intercala descaso com a busca pela Justiça acerca de crimes sexuais evidenciando a ineficiência do sistema.

Bem como o nome do show, Inacreditávela é a expressão perfeita do sentimento ao assistir já nos primeiros minutos a minissérie que adapta um premiado artigo sobre um caso de abuso sexual ignorado pela polícia na época.

Dividida em 2 momentos. O primeiro acompanha Marie Adler em washington que por sí só já vive um drama, sendo fruto do sistema de adoção é excluida pela família adotiva e vive em uma residência de jovens que recebem recursos do governo. Ao ser vítima de estupro, é desacreditada pelo simples fato de ser menor. Confesso que a sensação de revolta ao assistir é latente, a pressão, o trauma, a opressão vivida pela personagem é tão grande que ela se auto questiona sobre a veracidade do acontecimento, sendo -praticamente- coagida a negar e assumir calúnia em juizo. Tal ato, leva Marie a perder o emprego, amigos, família e ver tudo isso acontecer é angustiante.

Já o 2º momento que se passa em Columbia  é o mais dinâmico. A Química entre as personagens Karen Duvall e Race Rasmussen é realmente boa e ver ambas se aliando para encontrar o estuprador é muito natural e acertivo tanto nos diálogos precisos, quanto na tensão.

Impossível destacar algo em Inacreditável, a minissérie é a verdadeira definição de “conjunto da obra” que destaca problemas tão atuais (Homofobia, abuso sexual, racismo…), que se arrastam por décadas vide “Olhos que condenam” e precisam estar cada vez mais em evidência e opta por despertar no espectador os sentimentos causados pela forma com que o ainda despreparado sistema policial e jurídico trata as pessoas que sofrem esses tipos crimes.

Inacreditável já está disponível na Netflix

A CHRISTMAS CAROL | Especial terá Ryan Reynolds e Will Ferrell!

ENTÃO É NATAL!

Ryan Reynolds e Will Ferrell irão alegrar o natal de muitos ao redor do mundo. Os dois atores estão desenvolvendo um musical baseado em A Christmas Carol, de Charles Dickens. A informação foi dada pelo  The Hollywood Reporter.

O roteiro de A Christmas Carol será escrito por Sean Anders e John Morris. O musical será produzido por Gloria Sanchez, Maximum Effort e Mosaic. Reynolds e Ferrell terão papéis na produção, mas não foram divulgados detalhes da produção. O desenvolvimento do musical estaria apenas aguardando que um estúdio se interesse pelo projeto.  

Esperamos que alguém compre a ideia, pois queremos ver Reynolds e Ferrell juntos no cinema!

ARROW | Os títulos dos episódios da última temporada!

O FIM ESTÁ VINDO!

A última temporada de Arrow está se aproximando! Em outubro, o seriado encontrará um desfecho após oito anos no ar. A temporada chega no mesmo ano que o maior crossover da CW, Crisis on Infinite Earths.

A oitava temporada irá contar com dez episódios, bem menos do que estávamos acostumados. Desde o primeiro, já entraremos no clima de despedida de nossos personagens favoritos. E embora não saibamos muito sobre o que vem por aí, o título de alguns episódios já foi revelado e não parece nada bom. 

Os títulos divulgados dizem respeito ao quinto, sexto e sétimo episódios. Eles serão Prochnost, Reset e Purgatory, respectivamente.

Os episódios

O primeiro é uma palavra russa, que significa durabilidade. Sabemos toda a relação de Oliver com os russos de Anatoly, então nada mais justo que uma palavra do país dar título a um episódio. Reset, como usada português, é o reinício de tudo. Fãs estão especulando que pode ser o encontro de Oliver com um velho conhecido, mas o título do episódio seguinte traz uma nova teoria. 

Purgatory se refere ao lugar onde as almas dos pecadores são levadas para purgar suas faltas, antes de ir para o paraíso. Oliver cometou diversas falhas ao longo da vida e teria muitos erros para reparar. Caso o Purgatório tenha significado literal, o episódio anterior pode significar a morte do personagem de Stephen Amell.  

Nos resta esperar por outubro para entender o significado dos episódios de Arrow! Mas uma coisa é certa: não estamos prontos para dizer tchau! 

A oitava e última temporada de Arrow estreia em 15 de outubro. 

THE LAST OF US PART II | Jogo revela novo teaser!

ESTÁ CHEGANDO!

A Naughty Dog e a Sony Interactive Entertainment irão lançar, em alguns dias, The Last of Us Part II para PS4! O anúncio aconterá durante a State of Play, assim como uma provável data de lançamento do jogo. Para aumentar nossa ansiedade, Neil Druckmann decidiu lançar um teaser do game. Ele usou suas redes sociais para fazer o anúncio:

Não perca o teaser de The Last of Us Part II!