Escolha uma Página

Inscreva-se no nosso canal de vídeos no Youtube e no nosso canal de lives no Youtube também.

A DAMA E O VAGABUNDO | Clipe revela cena clássica no live-action, confira!

A Disney liberou um clipe, do live-action de “A Dama e o Vagabundo” que chega na próxima semana ao Disney+. Confira:

o Clipe referencia um dos momentos mais icônicos da animação que  estreou em 1955 e é considerada um dos maiores clássicos do estúdio que conta a história de uma cachorra rica que foge de casa e conhece um vira-lata.

O longa estreia dia 12 de novembro no Disney+ juntamente com o lançamento da plataforma.

ANIMAIS FANTÁSTICOS 3 | Longa terá roteirista da saga Harry Potter!

Segundo a Variety, a Warner teria oficializado o retorno de Steve Kloves ao universo Bruxo. Kloves assinará o roteiro juntamente com JK Rowling.

Anteriormente o mesmo havia assinado todos os roteiros da saga Harry Potter, com exceção de “A ordem da Fênix”.

A reportagem afirma que que focar mais nos elementos já conhecidos da franquia original podem dar um novo fôlego à série Animais Fantásticos. O especialista Jeff Bock ainda afirma que trazer Steve Kloves de volta para o universo foi extremamente assertivo por parte da Warner pois promoverá uma maior mistura entre as duas fases da franquia.

Animais Fantásticos 3 está marcado para 12 de novembro de 2021.

GLOBOPLAY | Revenge ganha data de estreia!

Para aquecer pro spin-off, os fãs de ‘Revenge’ poderão assistir as quatro temporadas completas da série no Globoplay.

Criada por Mike Kelley, ‘Revenge’ acompanha a saga de Emily Thorne (Emily VanCamp), uma garota misteriosa que chega aos Hamptons, em Nova York, em busca de vingança contra aqueles que destruíram sua família.

O elenco traz ainda nomes como Madeleine Stowe, que foi indicada ao Globo de Ouro, Gabriel Mann, Nick Wechsler, Josh Bowman, Christa B. Allen, Henry Czerny e Ashley Madekwe.

Revenge estará disponível, na íntegra, a partir do dia 22.

KLAUS | Animação natalina da Netflix prega a gentileza nos pequenos atos!

Klaus é o primeiro longa de animação da Netflix e a escolha natalina não poderia ter sido mais assertiva.

Jesper sempre foi mimado em meio a um mundo de privilégios, quando seu pai resolve lhe dar uma lição mandando para um lugar onde nenhum carteiro ficou por muito tempo, com a meta de entregar 6000 cartas em um ano, a pequena cidade Smeerensburg que a séculos vivia em meio ao ódio vê tudo mudar, mas como os moradores reagirão a estas mudanças?

A animação faz uma releitura da clássica história do surgimento do natal e da lenda do Papai Noel, usando como base as cartas e com a premissa de como um ato de gentileza pode mudar o mundo, mas principalmente o ponto que mais me emocionou foi deixar subentendido o fato das crianças serem o nosso futuro e como eles podem sem melhores que nós em muitos aspectos.

Mesmo uma trama com tantos elementos, soube ser desenvolvida de maneira clara e coesa, sem brechas e com um peso tanto emocional quanto social que precisa ser continuamente incutido e trabalhado em nós.

Os traços da animação, são precisos e diferente de tudo que já existe atualmente sendo esse um sutil diferencial.

No mais Klaus é lindo, simples e emocional… Um filme incrível, para toda e qualquer ocasião, daqueles que aquece o coração e a alma e nos faz lembrar o verdadeiro significado do natal… e da Vida!

Klaus estreia dia 15 de novembro na Netflix

SANTOS DUMONT | Entrevistamos o protagonista e diretores!

Uma das personalidades mais importantes da história do Brasil, Santos Dumont vai ganhar uma minissérie na HBO.  Tivemos e oportunidade de entrevistar o protagonista, João Pedro Zappa, e os diretores da produção, Estevão Ciavatta e Fernando Acquarone. Além de contar com a presença de Roberto Rios, produtor de séries latino-americanas do canal. Santos Dumont morou na França por muitos anos, e parte dos episódios se passam em Paris, e podemos ouvir os atores falando em português, francês e até mesmo em espanhol!  Zappa disse que estudou muito para isso, já que não falava francês antes:
“Eu tive que aprender e foi uma aposta muito grande deles em mim, muito corajoso da parte deles. Foram cinco meses diários de aula de francês e ensaio em francês, bater texto em francês e tudo que podia. Meu maior medo era de conseguir improvisar em francês, já que em português e inglês era tranquilo, que sou fluente, mas no final já conseguia. E espanhol eu sou autodidata”.
E o elenco não é composto apenas de atores brasileiros, mas também de franceses, belgas e até argentinos que falam francês, como revelou Fernando. Apesar dos roteiros serem escritos em português, Roberto admitiu que eles compraram a briga de ter as quatro línguas na série, o que deu um “sabor internacional ao projeto, uma autenticidade para Paris da virada do século”. Sobre recriar tanto o Brasil, quanto a França dessa época, Estevão disse que tudo foi por muita pesquisa de locação. A série foi rodada em Petrópolis, Rio de Janeiro e São Carlos, mas Paris foi ‘montada’ parte no Rio, parte na Universidade Rural do Rio de Janeiro e parte em Petrópolis. E ele completou dizendo:
“Conseguimos salões muito imponentes, pois estamos falando de um cara muito rico, na cidade mais rica do mundo na época, então foi necessário um trabalho muito criterioso de locação e de direção de arte também. E os figurinos também, são todos maravilhosos”.
A história transita entre três períodos da vida de Santos Dumont, enquanto criança, adolescente e adulto, e Roberto brincou dizendo que provavelmente essa decisão de mostrar as três épocas ao mesmo tempo foi culpa sua, já que “não queria esperar três episódios para ver ele voar”. Para gravar Santos Dumont, foram construídas partes das estruturas das máquinas em que o inventor voava, principalmente as bases, que eram presas a gruas para poder gravar as cenas aéreas. Zappa revelou que procurou fazer a maior parte de suas cenas, sem uso de dublês, apesar de sentir medo em algumas, já que chegou a ficar a 45 metro de altura para gravar:
“Eu botei na minha cabeça que a gente não poderia perder tempo por causa de questões superficiais, e eu considerei que eu travar de medo em algum momento fosse muito superficial”.
Mas o ator completou dizendo que sentia muito prazer em fazer as cenas voo, e que poder interpretar Santos Dumont é “uma responsabilidade muito grande, mas também um presente muito maravilhoso”.

 

Santos Dumont estreia neste domingo na HBO, às 21h.