DE NOVO?

A famosa Teoria das Cores de Breaking Bad parece ter ficado na cabeça dos fãs. Desde a confirmação da teoria pelos criadores da série, nunca mais conseguimos enxergar o seriado de outra forma. E como fãs, não poderíamos deixar de nos questionar sobre Better Call Saul. O spin-off estreará sua quinta temporada em breve na Netflix e todos os detalhes de cada episódio serão, mais uma vez, analisados.

Ainda que não minuciosamente analisada como em Breaking Bad, a famosa Teoria das Cores está presente em Better Call Saul. Enquanto muitos basearam a “nova teoria” apenas em algo para manter a ligação com a série original, outros acreditam ser algo parte da narrativa do seriado. Uma coisa é certa: a psicologia das cores segue representando as emoções nas produções de Vince Gilligan.

Peter Gould, cocriador do seriado, já havia confirmado que cores mais quentes, como o vermelho, são utilizadas em personagens envolvidos diretamente com o crime. Os tons mais frios por sua vez, são vistos em personagens e cenas mais leves ou inocentes. Não é a toa, inclusive, que a teoria ficou também conhecida como The Ice and Fire Theory (Teoria do Gelo e Fogo). Parece que alguém andou vendo muito Game of Thrones. 

A teoria

Um clássico exemplo da Teoria das Cores está em Tuco Salamanca. As tonalidades das roupas do bandido estão sempre puxadas para o vermelho, principalmente nos momentos em que o vemos com uma arma na mão. O oposto é visto em Kim Wexler, que na maior parte das cenas está trajando algo cinza ou até mesmo azul claro.

Em uma entrevista realizada anos atrás, Peter Gould revelou que a Teoria das Cores de Better Call Saul é um pouco diferente. Não temos uma palheta de cores tão complexa quanto Breaking Bad trazia. A mudança nos personagens era vista na troca de tonalidade de suas vestimentas, usando e abusando de todo o arco-íris.

Em Better Call Saul temos o predomínio de cores quentes e frias, principalmente o azul e o vermelho. Kim e Tuco os dois opostos, representando exatamente as duas faces da lei. Jimmy, por sua vez, traz o predomínio do cinza em suas vestimentas. O protagonista representa, de acordo com Gould, a ponte entre o fogo e o gelo.

A 5ª temporada de Better Call Saul chega em fevereiro à Netflix