Bom, como todos acompanharam na última semana, durante a estréia do filme Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge ~ na última sexta feira, 14 pessoas morreram e outras 50 ficaram feridas em um tiroteio no pequeno cinema da cidade americana de Aurora, Colorado.

 

Uma testemunha que estava no local contou que um homem vestido de preto e com uma máscara invadiu a sala do cinema com uma escopeta e começou a atirar. Centenas de pessoas estavam fantasiadas nos cinemas de todo o país com roupas dos personagens da série, portanto, nada poderia ser feito com relação a isto.

 

Antes de mais nada, é importante lembrarmos que o filme é um fator isolado nesta situação. Batman nada tem a ver com as intenções de uma pessoa afetada psicologicamente. O ser humano escolhe suas próprias motivações para fazer maldades. Eu realmente não acredito que o cara tenha se inspirado na história do Batman, como muitos disseram ~”que ele construiu seu próprio arsenal e foi à luta em busca do que acreditava”~, para cometer o crime que cometeu na última semana. Ele simplesmente se aproveitou da situação de cinema cheio para conseguir a atenção que sempre sonhou.

 

Como a maioria de vocês pode saber, psicopatas precisam de atenção, eles fazem de seus crimes uma peça de teatro própria, com espectadores, figurino e aplausos no final. Ser repreendido no final das contas significa que o cara “chegou ao limite da representação”, psicose não é brincadeira. Mas nós, pessoas ditas normais, com mentes saudáveis e planos de vida seguros e éticos, devemos analisar um pouquinho a apelação da imprensa – que se vale de acontecimentos como esses para ser sensibilizar a sociedade de alguma forma.

 

Diversos temas polêmicos estão sendo tratados desde o ocorrido, como o porte de armas nos Estados Unidos, a entrada de pessoas fantasiadas em salas de cinema, o lançamento do mesmo filme em outros países, como aqui no Brasil, prevista para o dia 27 (esta sexta). Mas ninguém parou para analisar que o filme, a fantasia e o porte de armas não são os motivos pelos quais um ser humano comete um crime. Aqui no Brasil, por exemplo, o porte de arma não é autorizado, e isso impede a violência de existir?

 

Acho que a humanidade já passou da hora de os motivos certos de cada situação. Não podemos mais nos deixar enganar pela mídia ou pela apelação política. Não podemos nos tornar mais uma vez marionetes do sistema e deixar que movam nossos pensamentos da forma que eles querem. Estejam no cinema esta semana para assistir Batman como se nada tivesse acontecido. Deixe que a polícia americana e o departamento de doenças mentais cuidem do criminoso. Se começarmos a boicotar nossas próprias vidas em função das coisas ruins que acontecem no mundo, deixaremos de viver e de nos divertir. Aposto que você não quer isso, quer?