Uma pesquisa da North Carolina State University, financiada pela National Science Foundation, aponta que idosos que jogam videogame com frequência são mais felizes que os idosos que não jogam ou jogam pouco. A pesquisa dividiu as pessoas (que tinham idades variando entre 63 e 77 anos) em três grupos: jogadores regulares, jogadores ocasionais e pessoas que não jogam. Os jogadores regulares apresentaram alto grau de bem-estar, enquanto quem não jogava tinha níveis de depressão mais agudos.

É claro que o estudo tem uma proporção pequena e os dados precisam ser melhor apurados. Os idosos que jogam poderiam já ser mais socialmente ativos ou, então, o bem-estar poderia vir do fato de eles jogarem com a família ou amigos. No entanto, é mais um indício dos benefícios que os games podem trazer, não só para crianças e jovens, mas também para os vovôs geeks.

Fonte: Super Interessante

Eu não sei vocês, mas eu penso que tudo nessa vida tem seu lado negativo e positivo. Jogar videogame é realmente bem divertido, eu mesma não conseguiria ficar sem jogar muito tempo. Mas será que esta pode ser uma das únicas fontes de felicidade das pessoas? Seja a pessoa da idade que for, estar em meio a amigos e familiares, com hábitos saudáveis e momentos de sorrisos e descontração fazem bem ao corpo, a alma e ao coração.

Por isso, por mais que estas pesquisas sejam muito legais para ampliar os nossos conhecimentos e horizontes, acho bom a gente manter aquela velha indicação dos nossos próprios avós: vamos nos manter saudáveis, entre amigos e pessoas que nos amam, faz um bem danado e nunca vi ninguém se arrepender disso, você já viu? 😉 Portanto, vamos para a rua, dar longas caminhadas, para garantir uma velhice bem longa e bem divertida, não custa muito e faz muito bem!!!!

Compartilhe: