3 motivos para você assistir O Destino de Júpiter!

-por , em 06/02 -
3 motivos para você assistir O Destino de Júpiter!

Sou apaixonada pela Mila Kunis desde os tempos de That ’70s Show – você não? Todo filme que a bichinha faz me deixa apaixonada, enfim, afinidade com a atriz mesmo. Por isso que, quando saiu o anúncio do filme O Destino de Júpiter e eu vi o primeiro trailer, tinha certeza que iria adorar a história – e, de fato, adorei. Muita gente comentou que o filme parecia ter uma pegada meio Thor, não achei, quer dizer, achei um pouquinho – ta, pelo menos a parte vilanesca da história estava meio Loki, mas tudo bem, foi incrível mesmo assim. Tirando apenas esse pequeno detalhe, acho que todo mundo (que anda curtindo heróis e histórias fantasiosas), vai se apaixonar por Júpiter e seu destino, vale a pena a pipoca e a ida ao cinema!

Sinopse oficial: Jupiter Jones (Mila Kunis) é a descendente de uma linhagem que a coloca como a próxima ocupante do posto de Rainha do Universo. Sem saber disto, ela segue sua vida pacata trabalhando como empregada doméstica nos Estados Unidos, país onde vive após deixar a Rússia. Um dia, ela recebe a visita de Caine (Channing Tatum), um ex-militar alterado geneticamente que tem por missão protegê-la a todo custo e levá-la para assumir seu lugar de direito.

Ok, eu sei bem que parece uma história bem batida de romance dos anos 1990 entre uma menina pobre que não sabia que era rica e um militar focado que achava que não poderia se apaixonar – mas, como tudo é possível no mundo da fantasia e, quando mais incrível o roteiro, mais eu amo, fica aqui meus três motivos para você se apaixonar por Júpiter e seu destino, como me apaixonei:

O DESTINO DE JUPITER SCI-FI

Eu sei que você adora Matrix, todo mundo adora Matrix! E esse é o primeiro grande motivo para apostar em O Destino de Júpiter! O filme marca o retorno com “pé na porta e tapa na cara” da dupla Wachowskis – os mais criativos do universo cinematográfico americano, na minha humilde opinião, com licença. Tá, tudo bem, posso dar o braço a torcer dizendo que uma faxineira que está de saco cheio da vida que leva pode ser um prato cheio para ser nomeada “rainha do universo”, mas enfim, curti mesmo assim. Sou clichezenta assumida. Dá um confere no trailer:

O DESTINO DE JUPITER CRIATIVIDADE E IMAGINAÇÃO

Brincar com universos é uma coisa muita séria na mente de qualquer nerd, ainda mais depois do Planeta Terra ser dividido entre Guerra nas EstrelasJornada nas Estrelas – mas sabemos administrar muito bem essa paixão, por isso estamos sempre abertos a novas histórias! O filme traz um universo muito maior do que o que efetivamente conhecemos, com alienígenas e impressionantes planetas em diversas galáxias – claro, sem tirar o foco da dinastia alienígena composta por três importantes irmãos: Balem (Eddie Redmayne), Kalique (Tuppence Middleton) e Titus (Douglas Booth). Eles começam a tomar conta das regiões dos planetas após a morte de sua matriarca Abrasax.

Tudo é muito bem trabalhado, as ideias, os efeitos, o contexto, tudo te convence – e acho que isso é uma das coisas mais incríveis que podemos ter um filme de sci-fi! Claro que a comparação que vou trazer não é muito correta por ‘n’ motivos, mas vou trazer mesmo assim: Thor, por exemplo, não agradou exatamente nesses quesitos – motivo pelo qual acho que os filmes não devem ser nivelados, O destino de Júpiter ficou infinitamente superior! Dá mais um check no segundo trailer:

O DESTINO DE JUPITER EFEITOS ESPECIAIS INCRIVEIS

Para fazer um filme de sci-fi, bem como rolou em Matrix, você precisa ter um apego aos detalhes – os fãs desse estilo são críticos, são exigentes e são, declaradamente, apaixonados por efeitos especiais. Por isso, precisa ter investimento na área! Com uma pegada bem Doctor Who, o Planeta Terra é mostrado como um dos lugares mais desinteressantes do universo. As roupas e maquiagens, os figurantes e o contexto das cenas, trazem aos espectadores uma aura criativa muito boa, ou seja, o filme é visualmente, muito interessante! Em diversas cenas, somos capazes de ficar focados apenas nos efeitos de tão bons que são!

A equipe de efeitos visuais está de parabéns! O filme é lindo e somos relembrados disso a todo momento! Claro que, nem tudo são flores, mas os detalhes que poderiam me fazer falar mal do filme são tão pequenos que nem valem ser mencionados! Vá aos cinemas e divirta-se muito com o O Destino de Júpiter, tenho certeza que não irá se arrepender! 🙂 Depois me conte o que achou, ok? Beijos e fique com mais um trailer:

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você