O melhor do ano novo é a quantidade de mandinga que aprendemos com as tias, os amigos e os desconhecidos que ficamos observando nas praias. É cada uma que “deusolivre”, você precisa levar um caderninho agora para a praia e seguir o cronograma, aliás, você fica mais tempo seguindo a lista de mandingas do que olhando os fogos e a festa a sua volta. E sabe porque tudo isso? Para não correr o risco das coisas desandarem, é mole? 😉

A mandinga mais tradicional de todos os lugares (pelo menos no Brasil) é a utilização de uma roupa branca. Tudo bem que algumas outras cores são bem atrativas – o amarelo traz dinheiro, o vermelho traz paixão, o rosa traz amor – mas nenhuma consegue superar a utilização do branco no último dia do ano. Acho que, muito mais do que qualquer outra coisa, o brasileiro quer é PAZ. E não está errado não, isso aqui está uma zona mesmo, rsss…

Outra mandinga bem interessante é a de comer lentilha na noite de réveillon. Tem gente que nem sabe o que é, que esquece a bichinha o ano inteiro no armário, mas que, quando chega na noite de ano novo, PRECISA comer desesperadamente um prato de lentilha com arroz branco. E sabe porque? Pelo simples fato de que, comendo lentilha, o ano seguinte será muito próspero! 😉

Sem título

Sabe outra coisa bem interessante que o povo costuma dizer sobre a noite de ano novo? Que não devemos comer nada que cisca ou anda para trás. O pior é que você comeu, uma semana antes, um monte de coisa que cisca e anda para trás no natal, sobraram várias comidas, mas você não pode re-aproveitar nada porque uma semana depois, toda essa comida pode prejudicar seu ano inteirinho. O bacalhau seria então uma opção, mas não somos um país rico e tem gente que passa o ano inteiro esperando só o natal chegar para finalmente comer bacalhau, então, o porco foi elegido como “a bola da vez”, ele é a atração principal do ano novo!

Calcinhas e cuecas usadas devem passar longe de sua noite de ano novo. Para dar uma quebrada na tradição, você pode colocar uma linda roupa branca, simbolizando todo o seu desejo de paz, mas por baixo, coloque uma calcinha ou cueca vermelha, simbolizando toda a paixão que deseja ter no ano seguinte. Mas não pode ser velha gente, se for, desanda tudo. Vai por mim!

Existe uma outra mandinga que me dá até nervoso, só de pensar na quantidade de gente pelas ruas repetindo o mesmo procedimento. Dizem as más línguas que deve-se passar a virada em cima de uma cadeira. Uóóóóót? Pois é, e dizem ainda que deve-se descer a cadeira com o pé direito porque precisa-se de muita habilidade para ter um ótimo ano. Será?

Sem título

Uvas! Essas são antigas, tradicionais e não perdem a fama nunca! Tem gente que diz que precisa comer 03 uvas e fazer um pedido para cada uma delas. Tem mais gente ainda que diz que precisamos comer 12 uvas. Aqui vai a solução: coma três uvas, faça um pedido para cada uma delas e coma as outras 09 uvas repetindo “quero que meus três pedidos se realizem”, ok?

Pular sete ondas é uma coisa engraçada. Para quem passa ano novo na praia, é uma diversão a parte mesmo. Todo mundo sai desesperado para a beira mar para ficar pulando ondinhas. É papo de tia caindo no chão, avó tonta logo depois do primeiro pulo, amigos bêbados correndo pelados pela praia gritando que ainda não pularam ondinhas, enfim…. Uma coisa! Eu dispenso as coisas que me mandam pular depois de uma festa regada a champanhe!

Bom, é isso. Essas são as principais mandingas de ano novo, anotem tudo direitinho, sigam o procedimento e vamos garantir juntos um 2013 muito rico, próspero, cheio de paz e harmonia, ok?

Compartilhe: