Desde que Lupin chegou à Netflix, muitos fãs estão ficando apaixonados pela história do Ladrão de Casaca. Considerado por muitos como um dos maiores personagens da literatura francesa, Arsène Lupin pode não ser tão conhecido pelos brasileiros, mas certamente precisa ser. É impossível ver a série e não pensar em Sherlock Holmes, o famoso detetive britânico de Arthur Conan Doyle. Lupin é considerado o grande rival de Holmes na literatura e o encontro dos dois já chegou a acontecer, no jogo de videogame Sherlock Holmes versus Arsène Lupin. Afinal, quais seriam as grandes diferenças entre os dois? 

Os conhecedores de Lupin sabem o quão semelhante seu personagem é em relação a Holmes. Ambos são perspicaz, inteligentes e muito, mas muito detalhistas. Eles ganham o público na forma de investigar, no caso de Sherlock, ou na forma de executar seus crimes, no caso de Arsène. Um é detetive, outro um criminoso, mas a genialidade dos dois é algo que os fez especiais diante do público. 

Os personagens

Sherlock Holmes foi criado por Arthur Conan Doyle e sua primeira aparição foi em 1887. Já Lupin foi um personagem fictício criado por Maurice LeBlanc em julho de 1905. Ambos os personagens apareceram pela primeira vez em revistas: Beeton’s Christmas Annual, para Sherlock, e Je Sais Tout, para Lupin. Por vir anos depois, é provável que LeBlanc tenha buscado muita de sua inspiração na produção de Doyle, mas a genialidade do francês trouxe uma figura original e que caminha facilmente com as próprias pernas. 

Embora britânico, Sherlock tem família francesa e de origem humilde. Ele era filho de um agricultor e sua mãe veio da França. A avó era irmã do pintor Horace Vernet, também nascido no país. Já Lupin, como vimos na série, vem de origem humilde e o pai era faxineiro de uma família rica. Ele é considerado por muitos como um Robin Hood da Belle Époque.

Herlock Sholmes

Você não leu errado, esse nome existe e é bastante famoso. Esse é o título de um dos livros de Maurice LeBlanc, onde as referências ao detetive britânico são inúmeras. Em todas elas, LeBlanc optou por fazer algo especial e criou um grande inimigo para Lupin. Ele é desafiado várias vezes por Herlock Sholmes, descrito como o melhor detetive de todos os tempos. A mudança aconteceu porque Conan Doyle não gostou das referências que LeBlanc fazia nos seus livros, então o francês precisou embaralhar as letras. 

As roupas

Embora o personagem de Benedict Cumberbatch nas telas use uma boina, muitas vezes Sherlock foi retratado com uma cartola. E olha a semelhança: Lupin tinha como marca registrada uma cartola preta e uma capa, além de um monóculo (imagem acima). 

O museu

Ambos os personagens tem museus que existem até hoje, na vida real. Enquanto a casa de campo de Maurice Leblanc, em Étretat, é hoje o museu Le Clos Arsène Lupin, a casa de Sherlock nos livros de Conan Doyle, na Baker Street 221B, hoje abriga o Museu Sherlock Holmes. 

E na sua opinião, quem venceria essa briga?