Aprenda línguas da ficção!

-por , em 05/11 -
Aprenda línguas da ficção!

Todo nerd, ou pelo menos todo grande fã de cinema, já sentiu vontade de falar alguma coisa vista nos filmes ou em sua séries favoritas. Mas, diga a verdade, além de desejar repetir aquela frase legal, daquele personagem que você ama, pelo menos uma vez você deve ter desejado entender o que está sendo dito! Eu sou uma dessas. Ouço aquela frase, aquela palavra e me pergunto de onde veio ou se foi traduzido para o que seria (porque dublagem muda o contexto e legendado nem sempre traduz ao pé da letra, né? isso me irrita horrores…). Como exemplo posso citar a ofidioglossia! Sempre quis falar! E, a santa internet, tornou isso possível! Venha comigo saber algumas das línguas fictícias que você pode aprender!

Quenya e Sindarin

Hoje em dia, todos conhecemos ou, ao menos, ouvimos falar de “O Hobbit” e a trilogia de “O Senhor dos Anéis“. Seu criador, J.R.R. Tolkien, que foi professor de linguística, fluente em doze idiomas e criou suas obras primas, veja só, no intuito de entreter seus filhos! (eita pai exemplar!) E foi a facilidade que ele tinha com as palavras que o levou a criar idiomas para enriquecer suas histórias!

Os mais conhecidos são o Quenya ( língua mais falada e antiga da Terra Média ou, o “élfico maduro“) que foi baseado na língua filandesa e o Sindarin (língua apontada como a mais popular da Terra Média), inspirado no galês.

Você pode aprende-los em livros com cursos específicos se desejar:

**CURSO DE QUENYA

**CURSO DE SINDARIN

Poema em élfico:

Nadsat

Quem assistiu a “Laranja Mecânica“, certamente se impressionou com duas coisas: a ultraviolência do filme e, a maneira peculiar com que os personagens falavam. As expressões de Alex e seus comparsas vieram de uma mistura de Cockney (dialeto britânico) com o russo. Não é um idioma, mas é bem peculiar! Você pode conferir suas palavras e significados em um dicionário completo:

**DICIONÁRIO DE NADSAT

Klingon

Em 1979, James Doohan, que vivia Scotty em “Star Trek”, improvisou na hora de falar em Klingon e acabou inventando algumas palavras. Com base nelas, Marc Okrand criou o idioma. A popularidade da série, fez a língua se tornar conhecida. Hoje, você pode traduzir o que quiser para o idioma pelo Google tradutor (sim, ele possui a linguagem!) ou participar do Instituto Acadêmico dedicado a divulgação e tradução do idioma:

**INSTITUTO ACADÊMICO DE KLINGON

Ofidioglossia

Aqueles que acompanharam as aventuras do famoso bruxinho Harry Potter, sabem que a ofidioglossia ( a língua das cobras) é um idioma falado por poucos bruxos, entre os quais se destacou Salazar Sonserina, um dos quatro fundadores  de Hogwarts. Se você desejar aprender, você pode traduzir qualquer palavra para a língua das serpentes:

**TRADUTOR DE OFIDIOGLOSSIA

Dothraki

Game of Thrones é uma das séries vedetes do momento. Aqueles que são fãs, já estão familiarizados com a línguagem do povo ao qual Daenerys Targarien se tornou Khaleesi. Embora menor na série literária de George R.R. Martin, o idioma foi ampliado para dar mais veracidade e dinâmica a série televisiva! Formado por mais de trÊs mil palavras, o idioma é uma mistura de línguas faladas na Rússia, Estônio, Turquia, Quênia e Canadá. Você pode aprender neste site, mantido por David J. Peterson, o criador das novas palavras para a série:

**APRENDENDO DOTHRAKI

Se você resolver aprender alguma das linguagens, deixe um comentário (pode ser na língua aprendida, kkkkkkkkkkk) pra nós contando, ok?

 

Fonte: Megacurioso

Luciana Fogo
por

Luciana Fogo

Chocólatra assumida, sou também uma viciada em livros e totalmente capaz de virar a noite com uma boa história! Mas o meu maior amor é ter INFORMAÇÃO! Pergunte que eu descubro!

Recomendamos para você