Isso mesmo, não é maluquice e você não leu errado! Um usuário americano que adquiriu um iPhone 4S para usar o aplicativo de assistente pessoal – Siri – sentiu-se lesado e por este motivo abriu processo contra a Apple. De acordo com Frank M. Fazio, que registrou o processo na corte de Nova York, os anúncios da Apple transmitem uma propaganda enganosa.

 

Fazio, no seu processo, informou que comprou um iPhone 4S no mês de novembro de 2011 e logo após que o funcionamento do Siri era diferente da anunciada pela empresa. “Em vários comerciais de TV da Apple, as pessoas são mostradas enquanto agendam compromissos e encontram restaurantes com a ajuda do Siri, uma funcionalidade mostrada de maneira contrária a seus resultados reais”, está escrito no processo.

 

O usuário então, ao dizer que o Sirié um projeto em andamento”, está solicitando indenização por danos de valor. A Apple, por sua vez, preferiu não comentar as acusações ao The Wall Street Journal, que noticiou o assunto.

 

Ok, só eu reparei que o cara falou, falou, falou, mas não disse praticamente nada? Não sei se é pela ausência de informações do processo como um todo, mas eu senti que faltam argumentos convincentes aí. Sei não hein seu juiz, mas acho que tem gente tentando coletar uma graninha da Apple para sua poupança pessoal…