É pessoas… Acho que já deu para perceber que eu gosto muito de power metal, o famigerado metal melódico, e acabo encontrando os vários projetos do estilo. Já apresentei alguns aqui para vocês, como o Avantasia, Virgo, Northern Kings, etc. E para variar, vou apresentar mais um… São dois dos melhores vocalistas que temos do estilo que decidiram, para a sorte de muitos, se unir, e gravar músicas, que vão das mais rápidas e pesadas, até baladas, com as mais belas letras. Gosto muito mais das baladas, não porque as rápidas não tenham qualidade, claro que têm, mas, posso dizer que as letras das baladas me conquistaram por completo… Ficaram curiosos?! Vamos lá então conhecer o projeto Allen-Lande?! Vem comigo, então…

Para começo de conversa, acho que, antes de falar propriamente do projeto, seria legal falar um pouco dos dois, individualmente. Russell Allen, cantor estadunidense, é vocalista da banda de metal progressivo Symphony X desde 1995, mas nem sempre cantou Rock. Começou cantar aos 5 anos de idade, cantando Country e foi permeando seu caminho até chegar ao Rock, graças ao Van Halen. Assim, começou a gostar de rock progressivo, como Rush e Yes, e cada vez mais foi conhecendo mais bandas, como Iron Maiden, Dio, Led Zeppelin, etc. Nos anos 1990, continuou desenvolvendo seu estilo de cantar, independente do cenário musical, que foi bem no momento em que o rock deu uma baixa para o pop. Entrou em 1995 no Symphony X, por intermédio dos ex-vocalista e ex-baixista. O rock e o metal ainda se mantinham forte na Europa e Japão e foi para lá que ele foi… Ele substituiu o vocalista da época e já foi convidado, para integrar a banda.

Jorn Lande é norueguês. Ele tem um apelido engraçado, ele é “aquele que levanta as bandas e depois sai”, porque ele, basicamente tem uma carreira que podemos dizer que é solo, mas ele já participou de várias bandas, como Masterplan, por exemplo, fazendo com que a banda atingisse um grande sucesso. Ele trabalhou com vários artistas e integrantes de bandas já conhecidas, produzindo cerca de mais de 20 álbuns com artistas e bandas diferentes. Seus trabalhos mais recentes foi com o Avantasia, em que tivemos o prazer de escutá-lo dividindo o vocal com o Tobias Sammet e outros artistas e que eu tive a oportunidade de ver ao vivo (quase tive um treco de tão bom). Além de ter vários CDs solo mesmo, e adoro a voz desse homem!

E em 2005, Magnus Karlsson, tecladista e baixista da banda Primal Fear, escreveu as músicas e convidou os dois vocalistas para integrar o supergrupo e o baterista Jaime Salazar, da banda suíça, e admito que por mim desconhecida, Flower Kings, para integrar o grupo e pronto. Saiu este projeto que rendeu 3 CDs. The Battle em 2005, The Revenge, em 2007 e The Showdown em 2010. Logo aqui abaixo, colocarei algumas músicas do projeto.

Esta música, é uma das baladas de The Battle de 2005. A letra é maravilhosa, e eu sempre escuto quando eu estou desanimada. Se vocês virem a letra, vão entender o que eu estou falando!

E para mostrar a parte mais agitada do CD, vai aí a Universe of Light, mostrando,já no começo, a pegada bem do Power Metal na bateria e na guitarra!

Não sei se vocês perceberam que eu sou fã das baladas, e a minha preferida do CD The Revenge, de 2007, é essa aqui… Muito linda, pessoas!!!

E como não poderia faltar, a representante das mais pesadas do CD! Gosto muito desta música. Os vocais, como sempre, muito muito bons!!! Who can you trust para vocês!!!

Do CD The Showdown de 2010, não passa outra música na minha cabeça, senão Copernicus! Para mim, é uma verdadeira declaração de amor, quer seja para a pessoa amada, amigo, sei lá… Eu me emociono com esta música, muito linda!

E a representante mais agitada, é uma música que se chama Judgement Day. Sou meio suspeita de falar delas, pois adoro o projeto! E espero que vocês curtam mais essa dica, pessoas!!! Até a próxima e aproveitem!!!