Vi esta reportagem e achei que valia muito à pena reproduzir aqui na Coxinha Nerd, me dê sua opinião depois…  Todo mundo sabe que os produtos cultivados com agrotóxicos ou outros componentes químicos (conservantes e fertilizantes) fazem mal à saúde. Alguns estudos mostram que a ingestão continuada dessas substâncias é responsável por sérios danos ao organismo, tais como corrosão da mucosa intestinal, desencadeamento de quadros de depressão e câncer.

[Parece exagero, mas acreditem, não é!]. Diante de informações assim, começa a crescer no mundo inteiro uma nova indústria de alimentos: aqueles que não entram em contato com pesticidas durante seu cultivo. Esse tipo de alimento está mais popular do que nunca, os orgânicos estão ganhando verdadeiro espaço nas prateleiras principais dos mercados e nos cardápios dos restaurantes. A variedade é muito grande e vai desde pães até grãos e condimentos.
Para avaliar se além de saudáveis, estes alimentos são também saborosos, a equipe da Veja Rio reuniu oito chefs e gourmets no Espaço Carioca de Gastronomia em Botafogo para fazer uma degustação às cegas. Cada um deles provou dois pratos, iguais na aparência, no modo de preparo, mas elaborados com alimentos de procedência distinta: orgânicos e convencionais. Ao final do teste, acreditem se quiser, em 82,5% dos casos, os jurados acharam mais saborosas aquelas receitas feitas com produtos sem aditivos químicos. A dificuldade em identificar os ingredientes surgiu até mesmo nas saladas e alguns jurados acharam as versões não orgânicas do frango e da carne bovina muito mais saborosas do que suas competidoras verdes.
Dominada pela cozinha molecular nos últimos anos, a alta gastronomia voltou-se recentemente para outra direção: a de valorizar os produtos com procedência. Um dos marcos dessa transformação foi o fechamento do restaurante El Bulli do chef catalão Ferran Adriá. O restaurante, considerado um templo da culinária alquímica, teve suas portas fechadas para que seu proprietário saíssem em busca de novas influências. No caminho contrário ao dos efeitos especiais, alguns de seus colegas mais destacados chegam a escrever no cardápio a origem dos ingredientes de cada prato. Quanto mais natural, melhor.
Veja abaixo a preferência dos jurados: