Escolha uma Página

UM MUNDO IDEAL…

Aladdin é, de longe, meu filme de animação e princesas favorito da Disney e, por isso, me deixava angustiada saber que algumas coisinhas poderiam mudar no live action. A narrativa se manteve fiel à história original, mas o tom dos principais personagens foram atualizados de forma perfeita.

Jasmine, minha fonte de paixão pela história, ganhou seu lugar de fala, finalmente. Ela nunca foi personagem de baixar a cabeça e, para quem já a admirava com tão poucos privilégios, pode degustar de uma verdadeira evolução.

Minha segunda e uma das mais tensas preocupações, estava na relação Jasmine e Aladdin. Eles são um casal que se completa no olhar, nos valores, na forma de ver o mundo. São ativistas natos, que acreditam em bom senso social e igualdade com equilíbrio para todos… Naomi Scott (Jasmine) e Mena Massoud (Aladdin) entregaram 100% do feeling que eu esperava na versão humana dos personagens.

Eles são engraçados juntos, diferentes e iguais, tudo ao mesmo tempo. Se apaixonam, mas se questionam, não são enamorados iludidos… por mais que sejam românticos, da forma deles! A essência foi mantida e transformada em vida real, isso me deixou encantada!

Will Smith, nosso gênio, não estava interpretando apenas a versão humana de um personagem de animação… Ele tinha, de cara, a responsabilidade de representar o gênio Robin Willians, dublador original do personagem e um dos mais incríveis comediantes do cinema americano.

E ele entregou tudo e mais um pouco! Como todos os elementos clássicos do filme, o gênio também foi atualizado, suas músicas renovadas (com um pouquinho de rap inclusive) e, ele ganhou uma narrativa própria! O mais delicioso foi acompanhar a “pós liberdade” do personagem e a forma com que todas as suas ideologias ganharam vida. Foi uma interpretação apaixonante!

Estamos esperando mais live actions (e a Disney não pretende parar por agora…)! Que as histórias continuem sendo atualizadas, renovadas e incrementadas com novos elementos e narrativas incríveis.

Aladdin está disponível nos cinemas brasileiros.