Muita gente esperou muito por esse episódio de Agents of S.H.I.E.L.D. porque fora algumas referências à Batalha de Nova York de Os Vingadores  ainda não aconteceu um episódio quase que inteiramente ligado a algum filme recente da Marvel. Pois a espera acabou porque The Well se baseia nos fatos ocorridos em Thor – O Mundo Sombrio e cria uma história ligada à Asgard e tudo o mais.

O episódio começa com a história de um casal na Noruega (cara, eu adoro essa volta ao mundo que a série faz com cada episódio acontecendo em algum lugar do mundo) que orientado por livros e referências de mitologia nórdica, descobre parte de um cetro de Asgard que transmite poder e força. O casal na verdade pertence a um grupo terrorista que se auto denomina “deuses” e por isso o utilizam para se transformar de fato em divindades nórdicas com os mesmos poderes e assim, manipular a raça humana. O problema é que óbvio que o cetro em mãos erradas vira um perigo já que além da raiva e força descontrolada, ainda remexe em lembranças obscuras que quem recebe seu poder e nem precisa dizer que o grupo começa a causar o caos em Oslo. Aí que a S.H.I.E.L.D. entra em ação.

Agents-of-SHIELD-The-Well

Uma vez descoberto o que se passou no parque e o que o casal encontrou, Coulson se lembra de um professor de história de Sevilla, Elliot Randolph, especialista em mitologia nórdica e todos vão atrás dele para desvendar o mistério. Aí descobrem que o cetro foi dividido em três partes e em um livro, encontram referências de onde estão as outras duas partes. Ward, May e Skye começam a vasculhar a área onde eles acreditam que esteja a segunda parte – “coincidentemente” Sevilla – onde Ward recebe o poder do cetro encontrado e começa a ter dolorosas lembranças da infância e se transforma em um sujeito raivoso e difícil. Digo, mais ainda do que ele já é.

No fim, descobre-se que na verdade o professor Randolph é o dono do cetro partido e que – pasmem! – ele é um asgardiano!  O que se sucede a partir daí é uma corrida para evitar que a terceira parte, que está na Irlanda, vá parar nas mãos dos terroristas e aí toda o Team Coulson trabalha junto e unido para vencer – e vencem como sempre.

agents-of-shield-episode-8-the-well-ward-570x294

Alguns mistérios começaram a despontar neste episódio:

1 – A infância de Ward. Alguns flashbacks mostraram que o irmão mais novo dele morreu afogado num poço enquanto pedia por socorro e ele, também criança o vê e não faz nada, aparentemente por medo já que aparece depois um outro garoto fazendo ameaças caso o pequeno Grant Ward salve o irmão. Não ficou muito claro que tipo de ameaça o Ward sofreu e qual o motivo para simplesmente ficar paralisado de medo e ver o irmão gritando por socorro e nada fazer. O que constatamos é que a lembrança é traumática pra ele e alguma coisa ainda mais obscura está escondida aí.

2 – O salvamento de Simmons. Já se passaram dois episódios depois que Jemma quase morreu vítima do vírus Chitauri e depois vítima de si mesma quando pulou do avião achando que não teria cura e Ward pulou atrás para salvá-la. Mas ainda assim o fato ainda causa incômodo em Fitz e não só pelo fato de quase ter perdido a parceira-amiga-alma gêmea, mas pelo fato de ELE não ter sido o herói. Em um determinado momento, Ward tomado pela fúria joga na cara de Fitz que se não fosse ele, Simmons teria morrido e mais uma vez deixa o nosso nerd amadinho com peso da consciência. A questão é: o quanto o fato influenciará mudanças – ou não – na personalidade e papel do Fitz dentro da S.H.I.E.L.D., especialmente para proteger Jemma?

3 – O Taiti. Cara, não aguento mais essa ladainha do Coulson sobre o Taiti, um lugar mágiczzzZZZZzzzzZ em todo episódio. Dessa vez é um pesadelo que se passa numa sessão de massagem num lugar paradisíaco – deduzo que seja o Taiti, né – e ele acorda assustadíssimo. Tô começando a achar que isso é um troll enorme dos roteiristas e já tô até vendo o Fury contar que ele morreu, foi ressuscitado pela equipe médica e ele sonhou que estava no Taiti e todo mundo comprou a ideia. Ridícula e sem fundamento minha teoria, por isso eu espero que a Marvel tenha uma versão melhor.

agents-of-shield-episode-8-coulson

4 – Ward e May juntos. OI?! Todo mundo achando que ele e a Skye iam ficar juntos, especialmente depois que a ex-hacker ofereceu seu ombro pra ele desabafar sobre os fatos trágicos da infância – ela ofereceu o ombro mesmo, literalmente – e ele termina o episódio entrando no quarto da May supostamente para passar a noite. Não enxergo nenhum contexto romântico na série, mas eu sinceramente não entendi nada. O Ward com a May é o casal mais improvável que poderia existir na S.H.I.E.L.D., uma vez que ele tem uma afinidade maior com a Skye e ela é o braço direito de Coulson e sempre achei mais fácil sair alguma coisa daí. A aguardar.

Abaixo, trailler do nono episódio, “Repairs”: