Agents of S.H.I.E.L.D. – S01E10 – The Bridge

-por , em 24/12 -
Agents of S.H.I.E.L.D. – S01E10 – The Bridge

Olá, agentes! Primeiramente, mil desculpas com o meu sumiço. Época de fim de ano é meio corrida pra todo mundo, especialmente pra quem trabalha com viagens como eu. Mas o lado bom dessa insanidade natalina é que sempre conseguimos descolar uns dias de descanso e com eles, pude reativar meu alter-ego geek e acompanhar Agents of S.H.I.E.L.D.! E é com ele que eu venho perguntar incrédula O QUE QUE FOI ESSE ÚLTIMO EPISÓDIO???

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS

Neste episódio, o último do ano, temos o retorno de duas coisas boas que se perderam no meio do caminho: a rivalidade com a Centopeia, que tem tudo pra ser uma bela antagonista da série (coisa que ainda não tínhamos) e Mike Peterson, o primeiro super-soldado recrutado pela instituição e que de certa forma, levou Skye para dentro da S.H.I.E.L.D. Tudo começa com o resgate de Edison Poe na prisão. Pra quem não se lembra, Poe era o prisioneiro misterioso que Reina – que também retorna neste episódio – visita no final de The Girl in the Flower Dress e também “funcionário” da Centopeia. Logo de cara já sabemos que o resgate dele é feito pelos super-soldados já que eles apresentam a centopeia implantada no braço, a marca registrada dos procedimentos realizados por eles. Obviamente Coulson já fica alerta e de prontidão para descobrir os motivos do resgate e finalmente ficar de frente com a Centopeia. Para isso eles recorrem ao nosso primeiro super soldado, Mike Peterson que entrou para a S.H.I.E.L.D. e estava em treinamento, apenas aguardando uma chance de se redimir dos estragos causados no episódio piloto.

CLARK GREGG, J. AUGUST RICHARDS

Como era de se esperar não são todos que aceitam o retorno de Mike de bom grado. Os únicos que não se opõem é Skye (talvez pela ligação entre eles adquirida) e Fitz-Simmons – mais Simmons que protagoniza uma cena hilária de encantamento pelos atributos físicos do super soldado deixando Fitz com ciúmes –  já que Mike se torna uma espécie de cobaia científica para eles. Mesmo com parte do time contra, Coulson o designa para junto com ele, May e Ward, invadir a sede temporária da Centopeia (que eles encontram por meio de um rastreamento de ligação a um super soldado) e acabar com a festa. No entanto, as coisas não saem como planejado e quando se vê encurralado pelos agentes, o soldado pede desculpas e morre repentinamente. Lá Coulson descobre que ele tinha a mesma tecnologia de espionagem ocular que nossa amiga Akela Amador – do episódio Eye Spy, o quarto da temporada – apresentava misteriosamente nos olhos e que a vigiava constantemente. No entanto, a abordagem falha e os agentes desistem.

Vendo que a Centopeia está sempre a um passo a frente, Coulson começa a perceber que a missão é mais difícil do que se pensava. Não é pra menos: descobrimos que a instituição clandestina que “fabrica” super soldados com super poderes implantados tem uma espécie de patrocinador, que é chamado de Clarividente. Sua identidade é mantida em sigilo e Poe é o único que tem acesso a ele. Toda a curiosidade e charme de Reina não é suficiente para fazer Poe abrir a boca sobre qualquer informação sobre o Clarividente mas já fica bem claro de que se trata de uma figura forte e bem temida.

Reina

Voltando às preocupações de Coulson, ele questiona Mike dos motivos que o levaram a se isolar após os incidentes do episódio piloto e nunca mais ir visitar o filho mesmo com a forte ligação que os une. Mike revela que sente vergonha pois a última vez que o viu, foi no seu acesso de fúria e não quer que o pequeno Ace fique com a imagem do “pai monstro”. Coulson o convence de que é necessário que ele estreite esta relação, lembrando-o que a vida na S.H.I.E.L.D é cheia de sacrifícios e Mike resolve ligar para Ace. O garoto atende todo feliz e diz que tem uma nova amiga – Reina. Ou seja, o menino foi sequestrado após a Centopeia descobrir que Mike agora faz parte do outro lado.

Como não podia deixar de ser, o desespero toma conta de todos e Coulson revela que o acordo feito com a Centopeia é entregar Mike em troca de Ace. Toda uma ação é preparada com os agentes, com direito a rastreador em Mike para ser acionado assim que a troca for feita. Como Coulson é requisitado pela Centopeia para realizar a troca, é May quem lidera a operação, com Ward em posição de tiro e Fitz-Simmons e Skye monitorando as ações para aticar o rastreador. Quando encontram Reina, Mike revela o verdadeiro plano: Ace é entregue em troca da captura de Coulson! O próprio Mike não sabe como lidar com a situação e foca envergonhado pela traição a Coulson, mas este, com uma serenidade ímpar o absolve dizendo que ele fez a única escolha que tinha. E nisso, Coulson é levado, Mike se desespera, entrega Ace a Skye e volta correndo dizendo que vai consertar o que fez. É nessa hora que há uma grande explosão, Mike desaparece entre as chamas e um helicóptero levanta voo com Reina pedindo a Coulson a única informação que a Centopeia quer: o que aconteceu após a morte de Coulson. Ou seja, a única coisa que ele não tem a menor ideia.

Sequestro

Provavelmente foi o melhor episódio da temporada devido à alguns pontos importantes:

– A união de várias peças perdidas nos nove primeiros episódios para levar a uma única coisa: a Centopeia com seus planos de dominar o mundo com seus super soldados mas tendo que se livrar de uma perseguição implacável da S.H.I.E.L.D;

– A consolidação da Centopeia como maior inimiga dos agentes e a inserção do Clarividente, que a princípio tem tudo para ser o grande vilão da série – afinal uma série baseada em super-heróis precisa de vilões mais sólidos e específicos.

– Dois grandes mistérios tendem a se desenrolar nos próximos episódios: a “morte” de Coulson e os pais de Skye. Neste episódio ela mostra um pouco de ansiedade sobre as possíveis descobertas, mas Coulson deixa claro que está escondendo a verdade dela numa conversa com May em que diz que “ela não pode saber a verdade”. E nessas, May desnecessariamente é ríspida e grossa com Skye sobre este assunto, dizendo que se a ex-hacker não pode separar o pessoal do profissional, então não deveria estar na S.H.I.E.L.D. Adoro a May mas tenho que admitir que às vezes ela passa do ponto com sua frieza inabalável.

Episódio novo e muito emocionante, só em 2014 agora. Mas segue aperitivo de The Magical Place (o título não poderia ser melhor):

 

 

 

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você