Agents of S.H.I.E.L.D. – Review S01E19 – The Only Light in the Darkness

-por , em 28/04 -
Agents of S.H.I.E.L.D. – Review S01E19  – The Only Light in the Darkness

Os últimos episódios da primeira temporada de Agents of S.H.I.E.L.D. vem com toda uma carga emocional depois da reviravolta ocorrida em Capitão América e o Soldado Invernal, com a H.Y.D.R.A. agora infiltrada e a S.H.I.E.L.D. sendo considerada como uma instituição terrorista. Este episódio além de abordar a forma como os agentes lidarão com o fato de tudo estar desmoronando e com um traidor (Ward) entre eles, ainda teve mais um fator de emoção: o encontro de Coulson com sua amada Violoncelista.

ATENÇÃO: CONTÉM SPOILERS

Todos lembramos que o episódio anterior terminou com Coulson e a equipe encontrando uma base secreta da S.H.I.E.L.D. com coordenadas de fornecidas por Nick Fury. A base ocupada pelo agente Eric Koenig recebeu os agentes mas, com exceção de Coulson, com muita desconfiança. Por isso, Koenig anunciou que para continuar na base, eles passariam por uma rigorosa entrevista com a maior máquina da verdade existente. Isso logo depois de Ward, o traidor (não consigo mais separar a palavra traidor do nome dele) aparecer na base, contando que foi vítima do ataque da H.Y.D.R.A. à Geladeira. Contou ainda que tinha matado Garrett (aham!) e que tudo está tomado pelos inimigos. Tudo de uma forma bastante convincente que fez com que todos comprassem a história. Apesar de suar frio com a possibilidade de ser pego, Ward vai para a hora da verdade e até oscila em algumas respostas – Koenig chega a sacar sua arma e pergunta enfaticamente VOCÊ É DA H.Y.D.R.A.??? E Ward continua negando. No fim ele acaba conseguindo o crachá e sinceramente, uma parte de mim até achou que o Koenig pediu um pouco o que acontece com ele. POR QUE ELE LIBEROU O WARD?????

MjtYMh3

Paralelo a isso, com invasão à Geladeira vários vilões foram libertados, entre eles, Blackout. O vilão criado em 1978 nos quadrinhos por Marv Wolfman é Marcus Daniels que após a “libertação” da Geladeira, segue para Portland atrás de Audrey Nathan, a violoncelista. Assim que tem conhecimento da invasão à prisão da S.H.I.E.L.D., Coulson deduz que Marcus é um dos fugitivos e imediatamente recruta Fitz, Simmons e Triplett para acompanhá-lo na missão.

AgentsOfSHIELD-01x19-770x472

May, que desde a história do telefone secreto não tem mais a confiança de Coulson nem do resto da equipe, fica extremamente chateada e de orgulho ferido (afinal é Triplett quem pilota o avião a mando de Coulson) e simplesmente resolve ir embora. Pega suas coisas e deixa Skye, Ward e Koenig sozinhos na base. Então, Skye pede permissão a Koenig para hackear o acesso aos satélites da NSA e assim, conseguir identificar as imagens da invasão da Geladeira. Enquanto o caminho está livre, Ward vai até a sala de Koenig onde ele está sozinho e podemos aí deduzir o que acontece. Depois de um tempo, Skye aparece e fica a sós com Ward (pois é, Koenig já não se encontra mais) e os dois tem uma longa e emocionante conversa – pra Skye só, porque o Ward era pura falsidade – e é quando ele continua a jogar todo o seu charme pra cima dela, afinal a ordem de Garrett é “matar a equipe e trazer a garota”.

Enquanto isso, Fitz, Simmons, Triplett e Coulson chegam a Portland bem na hora em que Audrey está para ser atacada por Blackout. Coulson no entanto, não aparece e enquanto Simmons e Triplett conversam com ela, descobrem que se trata de Violoncelista, a ex-namorada de Coulson cujo relacionamento foi interrompido quando ele foi dado como morto pela S.H.I.E.L.D. depois da Batalha de Nova York. No entanto, Coulson insiste em não aparecer, pois não quer que ela saiba que ele está vivo, já que “ela já está seguindo sua vida”.

ag43

Enquanto todos acabam com Blackout com uma arma de raios gama (cortesia de Bruce Banner), Coulson aproveita que Audrey está desmaiada e conversa com ela, sumindo logo em seguida. É realmente emocionante os encontro dos dois e a forma como eles ainda são ligados, mas dá pra entender o lado do Coulson. Além do risco dela não perdoá-lo, como ela pode acompanhá-lo na sua vida loka missão pela S.H.I.E.L.D?

Lá na base, Skye resolve ir atrás sozinha de Koenig, o encontra morto (?) no depósito e começa a ligar os pontos: Ward é da H.Y.D.R.A.! Ela fica desesperada e começa a pensar no que fazer – denunciar Ward ou fazer parte do jogo? Não sei porque por algum motivo eu esperava que ela embarcasse no avião com Ward, como aconteceu. Era de se esperar que ao invés de medir forças, ela resolvesse usar o cérebro como sempre faz e entrar na dele. O que a espera e o que ela poderá fazer é uma incógnita.

O episódio deixa além desta, outras questões pros últimos episódios:

– May reaparece no fim do episódio caminhando no meio do nada quando chega sua carona – sua mãe. Nunca tivemos nenhuma menção sobre a vida pessoal de May durante toda a temporada, mas já foi possível perceber que a relação entre as duas é um pouco conturbada. Isso também foi a deixa para anunciar a participação de Cobie Smulders como Maria Hill no próximo episódio e também pra dar a dica de que as duas tem alguma rixa – a ponto da mãe de May perguntar se “ela pretende matá-la”.

– Desde o início da série sempre ficou uma pulga atrás da nossa orelha sobre a relação Fitz-Simmons. Depois da entrada de Triplett que é todo encantado por ela, que por sua vez, nutre  uma admiração por ele, Fitz ficou mais nervoso, mais inseguro e começaram a pipocar questionamentos de Ward e dele mesmo sobre seus sentimentos por Jemma. Eu gosto demais de Fitz-Simmons e não sei até que ponto um envolvimento romântico entre eles é benéfico.

Abaixo, trailer do próximo episódio, “Nothing Personal”

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você