Afinal, aquecimento ou resfriamento global?

-por , em 18/09 -
Afinal, aquecimento ou resfriamento global?

Você sabia que o sol é um dos maiores responsáveis pelo clima do planeta Terra? Em alguns períodos, sua atividade é mais intensa e em outros, menos intensa. Segundo dizem os climatologistas, essa variação acarreta períodos de aquecimento global e de resfriamento global…

 

Eu li sobre o assunto no Blog SOS Gaia Consciente e achei melhor compartilhar a informação com vocês porque na era da tecnologia e da informação, não temos o direito de ser ignorantes com praticamente assunto algum… Concordam? Bom, as palavras aqui reproduzidas foram retiradas em parte do Blog, porque gostei muito do texto deles sobre o tema… Espero que vocês aprendam um pouquinho, como eu aprendi também!

 

A concepção que aponta a atividade antrópica como causa principal do aquecimento global sustenta-se no argumento de que a queima de combustíveis fósseis está influenciando sensivelmente nas mudanças climáticas do planeta.O aumento das emissões de CO2 decorrentes da transferência de carbono armazenado nos reservatórios intraterrestres para a atmosfera estaria aquecendo o planeta.

 

No consenso mais geral o CO2 é o grande vilão, o principal responsável pelo aquecimento global, entretanto, alguns especialistas em climatologia não corroboram com esse posicionamento. Para eles os principais fatores que regulam a temperatura da Terra são a atividade solar e a temperatura dos oceanos. O CO2, ao contrário, é o gás da vida pois é a principal molécula sequestrada por algas e plantas, sendo utilizada na produção de alimentos para os animais e o homem.

 

Segundo o meteorologista e professor da Universidade Federal de Alagoas Luis Carlos Malion, pesquisador com 40 anos de estudos sobre clima planetário, a atividade antrópica voltada à emissão de CO2 não exerce influência relevante na temperatura planetária. Ele argumenta que no passado já houve médias térmicas mais elevadas do que as de hoje e naquela época as emissões eram inferiores a 10% das atuais.

 

O pesquisador chama atenção para o fato de que após a segunda guerra mundial houve grande expansão industrial acarretando, portanto, um grande aumento de consumo de combustíveis fósseis e consequentemente de emissão de CO2. No entanto, no período pós guerra de 1946 a 1976 os dados climatológicos registraram um resfriamento global. Depois de 1977 houve um aquecimento que se estendeu até 1998 e de lá para cá, segundo sua avaliação está ocorrendo um novo resfriamento que deve se estender por aproximadamente mais 20 anos.

 

Na visão de Molion a temperatura do planeta não é controlada por parâmetros humanos, está prioritariamente sob o controle da atividade solar e secundariamente sob a influência da temperatura dos oceanos. Como o sol apresenta períodos de maiores e de menores atividades, isso acarreta oscilações com períodos mais quentes e mais frios na Terra.

 

Quando questionado sobre sua posição contrária à da maioria dos ambientalistas, o climatologista diz que o tema “aquecimento global” virou discurso de políticos que querem propagar a idéia de que os países emergentes devem desacelerar seus crescimentos por conta do risco de catástrofes globais, uma espécie de manipulação neocolonial. Para crescer é necessário um aumento da matriz energética e isso geralmente implica em aumento de emissões, como é o caso do aumento de criações de termoelétricas na China que bancam um crescimento de mais de 10% ao ano.

 

O cientista acredita que o planeta está resfriando e que as temperaturas globais devem diminuir nos próximos 20 anos por conta do período de baixa atividade solar. Ele afirma que os invernos estão e estarão mais rigorosos e que os indicadores apontam diminuição de temperatura na Antártida. Em relação ao desgelo no Ártico ressalta que de 1938 a 1942 ele derretei muito mais gelo do que agora. As águas dos oceanos nas regiões tropicais tiveram suas temperaturas elevadas em decorrência de um ciclo em que a lua orbita em movimento processual em torno da terra (análogo ao movimento de um peão), com isso as correntes oceânicas que descolam para a região ártica conduzem calor que provoca desgelo embaixo.

 

Recentemente o Climatologista e Professor da USP Ricardo Augusto Felício ao ser entrevistado no Programa do Jô afirmou que o “Aquecimento Global” é uma mentira. Seu posicionamento coincide em parte com as idéias do pioneiro Molion.

 

Em 2009 a pergunta: “Você considera que a atividade humana é um fator que contribui significativamente para mudar as temperaturas médias globais?” foi feita para 3.146 cientistas dos quais mais de 90% eram PhD e 7% tinham mestrado, 82% respondeu sim. Entre os cientistas que não eram climatologistas 77% respondeu sim e entre os que eram climatologistas 97,5% respondeu sim.

 

Em 1988 o climatologista da Nasa James Hansen depôs no senado dos Estados Unidos e disse: “O Aquecimento Global será catastrófico para a humanidade”. Em 2007 o relatório do IPCC (International Panel on Climate Change) continha a incisiva afirmação decorrente das análises dos climatologistas: “O Aquecimento Global é inequívoco SE a taxa de CO2 dobrar haverá um aumento de 3ºC na temperatura média do planeta”.

 

Em 1995 o Professor Paul Crutzen vencedor do Prêmio Nobel de Química disse: “A influência da humanidade no planeta Terra nos últimos séculos tornou-se tão significativa a ponto de constituir-se numa nova era geológica”.

 

Afinal de contas, qual teoria é a verdadeira? Para os leigos, o que se ouve na televisão e se estuda nas escolas é o correto e realmente não dá para discutir com isso. Se estamos sendo manipulados e enganados descaradamente, não temos muito como agir para lutar contra essa estratégia toda. Não temos provas, conhecimentos e não estudamos todos os dias uma forma de contestar. Mas temos sempre que nos colocar o benefício da dúvida, até porque não podemos esquecer que até alguns anos atrás, acreditava-se que a Terra era plana! As teorias que envolvem o universo e tudo mais (como diria meu amigo Douglas Adams), devem ser questionadas…Sempre!

 

calorao

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você