Olá Coxinhos queridos, tudo bem? Tem um tempinho que não escrevo sobre o nosso filhote Luke, mas é que estamos preparando algumas novidades em breve e isso está tomando muito do nosso tempo. O Luke continua muito arteiro, muito atentado e cada vez mais atrevido. Na última semana (dia 24) ele completou 03 meses (eu achei que fosse passar rápido, mas parece que o tempo estava se arrastando). No dia 27 (sábado) havíamos agendado a terceira e última vacina, estávamos animado com o início de uma nova fase da vida do Luke – a partir de agora ele ia poder passear todos os dias com a gente na rua! Mas como nem tudo são flores…veja bem o que aconteceu na última sexta feira, dia 26!

Cheguei em casa e o Luke estava amuadinho, deitadinho, nem latiu para mim, achei esquisito mas meu marido disse que brincou com ele de tarde com a bolinha de plástico que compramos no pet shop e que o Luke quebrou o brinquedo, estraçalhou metade da bolinha e que, depois de levar um esporrinho de leve, ele deitou e ficou amuadinho. Até aí tudo bem, ele é igual criança mesmo, faz besteira quase todos os dias, mas nunca tinha estraçalhado um brinquedo, mas enfim…ficamos conversando um pouquinho até que ouvi um barulhinho, era o Luke vomitando!

Mais do que rapidamente nos arrumamos e colocamos o Luke em sua bolsinha para procurar um veterinário, já passava das 19h30 e a gente não sabia se ia conseguir um que ainda estivesse atendendo. Conseguimos o telefone de um pertinho de casa e fomos correndo para lá. Gente, mas dá um desespero gigante, eu nunca imaginei que fôssemos ficar assim – tenho dito que somos “pais” de primeira viagem! Falamos com o veterinário, contamos nossa história e ele recomendou que déssemos o remédio Plazil de oito em oito horas. Se ele continuasse vomitando durante a noite, deveríamos levá-lo ao consultório no sábado para exames. A boa notícia é que demos o Plazil e o Luke melhorou rapidinho. Chegamos em casa, ele comeu, bebeu água, tomou remédio e dormiu. Acordamos no sábados e o levamos ao mesmo veterinário para a terceira vacina!

Quem disse que ele pôde tomar?

Depois de passar mal na sexta, o veterinário disse que não seria uma boa dar a vacina no sábado, passou mais dois remédios para ele – uma vitamina e um para a flora intestinal – e o deixou sob nossa observação sábado e domingo para poder ser vacinado apenas hoje!

Olha, vou dizer uma coisa para vocês: Não é fácil mesmo lidar com a dor de um ser tão indefeso e pequenininho quanto um filhote de cachorro assim. O olhar deles faz a gente ficar mais vendido do que qualquer outra coisa, eles olham com uma tristeza e um sofrimento… Enfim, conseguimos ajudar o Luke de forma rápida e eficiente, estamos atentos a qualquer problema e definitivamente, já deixamos apenas brinquedinhos emborrachados na área para ele, nada mais de bolinhas de plástico. Queremos apenas o bem do nosso pequenininho!