A melhor maneira de morrer – Epílogo

-por , em 07/06 -
A melhor maneira de morrer – Epílogo

 

Kenzen estava bastante surpreso com o que acabara de ouvir. Não conseguia disfarçar seu contentamento e assombro com a informação que havia sido passada. “Quer dizer que esse era o plano de Yabu o tempo todo!”, pensou o jovem duelista.

 

– S-S-Senhor… – Kenzen gaguejava diante do daimyo a sua frente. – É… É uma grande honra pra mim, senhor…

 

Kenzen era um heimin. Nunca foi educado segundo o bushido. Não sabia o que fazer naquele momento, então, simplesmente resolveu ser ele mesmo.

 

– Sim. – Respondeu o daimyo Tsuruchi. – Tem mais uma coisa, Kenzen-san. Além do dojo nas minhas terras, deixarei aqui permanentemente uma guarnição de bushis para aumentar a segurança do vilarejo.

 

– Sim, senhor. De fato, iria ficar muito preocupado, pois tenho amigos aqui… – Kenzen se curvou mais acentuadamente agora.

 

– Ótimo! Então prepare-se! Comigo irão você, Jiro, Kouji e mais algum companheiro a escolha de vocês. Shougo e sua família ficarão aqui, pois é a liderança dos heimins. Assim que chegarem a Kyuden Ashiganabaki iniciaremos a cerimônia para torná-los samurais. Tornar-se-ão uma família vassala dos Tsuruchi. E a partir de então passarão a ser conhecidos como Yabu Kenzen, Yabu Jiro e Yabu Kouji, vocês e quem mais vierem a fazer parte de suas famílias.

 

Os três ajoelharam-se diante de Enishi e encostaram suas testas no chão tamanho a honra a que estavam sendo proporcionados.
“Yabu conhecia a honra de Enishi, e já sabia que ele havia se tornado daimyo Tsuruchi. Sabia que ao chegar diante dele e contar toda a sua história, Enishi se interessaria por ter uma escola de duelos. Yabu-sama planejou tudo então. Ele não iria morrer sem nos deixar algo bom para nós e para seu filho, Yaemon. Obrigado, mestre Yabu. Onde o senhor estiver, obrigado. Receberei seu nome e honrarei, assim como todos os meus descendentes.”

 

E foi assim que Yabu deixou o seu legado para Yaemon e seus discípulos, bem como os moradores de Doko no mura, que mais tarde viria a se tornar um distrito do Mantis.

 

E as fortunas não paravam de abençoar Tsuruchi Enishi…

Cris Siqueira
por

Cris Siqueira

Nerd, administradora, RPGista, apaixonada por gastronomia, curiosa sobre todos os assuntos e acha que Darth Vader é Deus. Gasta seus “bons tempos” escrevendo, lendo, vendo seriados e viajando. Reza todos os dias para tirar sempre 20 nos dados e nunca morrer no meio de uma batalha!

Recomendamos para você