Brooklyn Nine-Nine é se tornou um dos principais assuntos de 2019 após ser cancelada pela Fox. A produção de grande sucesso gerou comoção nas redes sociais e fãs imploraram para que alguma empresa comprasse os direitos da série. Deu certo e a NBC já produziu duas temporadas, continuando a história de Jake Peralta e seus amigos policiais. Os detetives do 99º distrito do Brooklyn passam a ser novas pessoas com a chegada de seu novo capitão, Ray Holt, um dos melhores personagens que já existiu dentro de Hollywood. Ao longo de sete temporadas, a produção entrega uma mistura de romance, drama e comédia, que funciona. O resultado é uma das melhores séries dos últimos tempos.

Caso tudo isso já não seja suficiente, aqui vão cinco motivos pelos quais você precisa conhecer o universo de Brooklyn Nine-Nine.

1. EPISÓDIOS CURTOS

2. A COMÉDIA

Embora a temática seja a principal da série, não é o ponto alto, mas precisa ser falado. Brooklyn Nine-Nine se passa em uma delegacia, o que muitas vezes faz com que pareça série ou algo chato. Caso você tenha essa percepção, fique tranquilo que tudo vai mudar nos primeiros minutos. Mesmo os episódios onde a ação predomina, o seriado encontra um momento para descontrair e fazer referência a algum filme, geralmente algum favorito de Peralta. A comédia de B99 é para todos os gostos. Peralta e Boyle são o estilo besteirol pastelão, que fazem piada com literalmente qualquer coisa. Holt e Rosa já abusam da ironia e do sarcasmo, sendo considerados os melhores por muitos fãs.

3. O HALLOWEEN

Toda série norte-americana faz homenagens em episódios temáticos de seus feriados. E em B99 não é diferente, mas um feriado precisa ser destacado. Os episódios de Halloween se tornaram uma tradição dentro da tradição da série e sempre aguardamos por eles em cada temporada. Cada episódio traz o mesmo desafio, no qual os personagens desafiam um ao outro a roubar alguma coisa, geralmente escondida a sete chaves em um lugar bizarro. Eles têm até meia noite para encontrar o objeto e literalmente toda a delegacia vive em função disso. Você pensa que pode se tornar algo repetetivo e previsível, mas a magia da série consegue sempre nos divertir. 

4. O ELENCO (E O CAPITÃO HOLT)

Sim, ele merece destaque dentro do elenco. Holt (Andre Braugher) é tão icônico que esperamos ansiosamente pelas cenas em que ele estará presente. Sua relação com Peralta é engraçada e bonita ao mesmo tempo, beirando algo paternal. E apesar de ser hilário, ele carrega um peso muito importante em seu personagem. Holt é um comandante negro e gay, e sempre que pode, faz críticas a homofobia e ao racismo. B99 consegue ser uma série crítica em diversos momentos, abordando temáticas fundamentais, sem criar algo forçado. Outro personagem que merece destaque é Terry, interpretado pelo fabuloso Terry Crews. Ele é vítima de racismo em vários episódios e a série não deixa para lá, pelo contrário, aborda e evidencia o fato de que precisamos falar sobre isso.

Rosa (Stephanie Beatriz) e Amy (Melissa Fumero) são mulheres latinas e Rosa ainda se descobre bissexual ao longo da série. Além da comédia e da representatividade óbvia, também ganham espaço e destaque para falar dos direitos desiguais dentro do cenário machista. Rosa lida com os desafios de contar aos pais sobre sua opção sexual e vê dentro da família seus principais inimigos. Por fim, há aqueles que ajudam a tornar tudo isso possível de forma necessária e crítica, como Peralta (Andy Samberg), Boyle (Joe Lo Truglio), Gina (Chelsea Peretti), Hitchcock (Dirk Blocker) e Scully (Joel McKinnon).

5. A TRAMA

Antes de mais nada, B99 é uma série policial e não esquece disse em nenhum momento. Geralmente temos um caso por episódio, mas há aqueles que são abordados em temporadas diferentes, em momentos diferentes. O caso do bandido do Pontiac, por exemplo, fez tanto sucesso que Doug Judy irá ganhar seu próprio spin-off, o primeiro de Brooklyn Nine-Nine. Embora não seja uma produção exclusiva de investigação criminal, a série tem muitos elementos do gênero ali.

Brooklyn Nine-Nine está atualmente em sua sétima temporada.