Insecure vem sendo considerada por muitos como um dos principais destaques da HBO GO desde sua estreia. Trazendo como principal cenário a mulher negra contemporânea, o seriado foi criado e protagonizado por Issa Rae, que também assina como roteirista. Insecure conta a vida de duas mulheres negras chegando aos 30 anos e enfrentando todos os desafios que a chegada aos 30 pode trazer.  O que parece simples, lida com temáticas muito mais importantes do que apenas o envelhecimento. As duas precisam enfrentar questões raciais, diferenças de salário, preconceito e intolerância com suas sexualidades e por aí vai. Não é fácil ser mulher nos dias de hoje, principalmente uma mulher negra. 

Caso não tenha sido suficiente, vamos mostrar 5 motivos pelos quais você precisa conhecer Insecure.

1. CRIADA POR PESSOAS NEGRAS

Os envolvidos por trás das câmeras e diante delas são pessoas negras, desde o figurinista até o roteirista, passando pelo responsável pelo elenco e pela fotografia. O que temos aqui não é a visão de pessoas brancas diante das situações, mas sim pessoas que já sofreram tudo aquilo que a série nos mostra na própria pele. A iluminação usada nos cenários é pensada para valorizar a pele negra, de forma que saia bem nas câmeras com a luz certa. Pode parecer um mero detalhe, mas acredite, o olhar que o seriado cria é completamente diferente só por isso. 

2. O REAL 

A história é fictícia, mas é possível se identificar com todas as situações ali. As personagens precisam lidar com chefes insuportáveis, inúmeras contas para pagar ao final do mês e um aluguel atrasado. Com a maquiagem de uma produção fictícia, Insecure consegue facilmente criar um ambiente que irá inserir o público dentro de seu roteiro e aproximar as personagens daqueles que estão assistindo-as. Ao final temos vontade de abraça-las e nos sentimos como grandes amigos. 

3. A REPRESENTATIVIDADE

Pode parecer óbvio diante do que já foi falado aqui, mas esse é um ponto que certamente merece um motivo a parte. Moly é uma advogada de sucesso, enquanto Issa está tentando se encontrar profissionalmente. Não pense que o fato de ser uma advogada irá facilitar a vida de Moly, bem como ser uma mulher negra não facilita a busca de Issa por um emprego. Boa parte dos personagens coadjuvantes são atores negros e ironicamente, a série coloca os atores brancos onde geralmente são colocados os negros em produções “tradicionais”. Eles são secundários, com poucas falas e pouco espaço para destaque, afinal, esse não é momento deles, desculpem brancos. 

4. O ROTEIRO

Há quem pense que por lidar com tantos assuntos complexos e necessários, Insecure será um documentário comum e tradicional. Quem assim pensa não poderia estar mais errado. Os diálogos criados entre os personagens são dinâmicos e alguns irão arrancar risadas do público, de tão bem desenvolvidos que são. O humor é criado com facilidade, sem atrapalhar a seriedade de cada situação, apenas sendo um pequeno alívio cômico diante de tanto assunto importante. 

5. A TRILHA SONORA 

Podemos falar que cada música colocada nos episódios é um caso a parte, um destaque incrível e que precisa ser falado. Desde batidas pop até alguns raps tradicionais, as canções ajudam a dar forma a trama do seriado. O destaque é tanto que existe até mesmo uma playlist da série dentro do Spotify. 

Insecure está disponível no HBO GO.