Chegou  hoje à Netflix um dos maiores destaques do mês de outubro. Os 7 de Chicago estreia hoje (16) no streaming e mesmo tendo sua história mundialmente conhecida, consegue surpreender o público a cada momento. Inspirado em fatos reais, especificamente em um dos julgamentos mais complexos e longos dos Estados Unidos, o filme conta com um roteiro excelente e muito bem estruturado, além de grande elenco. Em mais de 120 minutos de duração, Os 7 de Chicago chega a Netflix como um dos grandes destaques. 

Além de todos os motivos já citados, separamos 5 razões pelas quais você não pode deixar de conferir o filme que chega hoje à Netflix. 

1. O ROTEIRO

Estamos falando de ninguém menos do Aaron Sorkin, responsável por produções como A Rede Social e A Grande Jogada. O roteirista especializado em pegar tramas reais e transforma-las em um roteiro, conseguiu mais uma vez um trabalho incrível. Os 7 de Chicago segue diferentes ritmos ao longo do filme, levando o público a ficar atento até o último momento, quando a sentença é enfim declarada. Os personagens ganham seu espaço em tela separadamente, explicando suas histórias pessoais e o que os levou a estarem juntos ali em um único lugar. Mesmo com um enredo pronto, Sorkin transformou os fatos em um filme incrível. 

2. ELENCO

Além dos nomes de Sacha Baron Cohen e Eddie Redmayne, os maiores destaques, não há como deixar de mencionar os advogados. Joseph Gordon-Levitt vive Richard Schultz, advogado do governo norte-americano, que enfrenta uma briga interna entre seu emprego e seus princípios éticos. Ele sabe que está do lado dos vilões, mas precisa exercer a profissão. Mark Rylance é William Kunstler, o advogado do grupo e também o responsável pelo julgamento extenso, sempre defendendo seus clientes com veemência. Por fim, Frank Langella é o juiz do caso e provavelmente o personagem mais desprezível do filme.

3. HISTÓRIA

Como mencionado antes, Os 7 de Chicago diz respeito a um momento da história norte-americana. O título faz referência ao um grupo formado e liderado por 7 homens, que tentaram mobilizar a população da cidade contra o partido Democrata em 1968. Manifestações foram feitas e confrontos gigantescos entre a população e a polícia degringolaram. Em livros de histórias tradicionais é difícil ver o julgamento sendo mencionado, ou seja, é provável que nem sequer ouvíssemos falar de Tom Hayden e seus companheiros de protesto. Ponto para Netflix mais uma vez por trazer um momento importante da história em um filme incrível. 

4. IMPORTÂNCIA

Um dos principais assuntos levantados pelo filme é a história de Bobby Seale. Apesar de não fazer parte dos 7, Bobby sofreu na pele o peso de ter nascido com a pele negra em um país extremamente racista. Em uma das cenas mais pesadas do filme, ele é torturado diante de todos apenas por buscar seu direito de fala. Mesmo tendo um final feliz, a participação de Bobby no filme é fundamental para ampliar ainda mais o significado que Os 7 de Chicago traz. 

5. A TRILHA SONORA 

O motivo é simples, mas é a cereja do bolo do filme. 

Os 7 de Chicago está disponível na Netflix.