Olá Coxinhos! Eu sei que vocês amam uma boa leitura, seja ela bem nerd ou não! Por isso, de tempos em tempos, adoro fazer uma lista bem legal de livros diversos para recomendar. Hoje, selecionei alguns dos mais novos lançamentos do Grupo Editorial Record – em diversos selos – para recomendar! Espero que curtam! Aliás, se você ama ler e adora ganhar presentes, inscreva-se em nossa super promoção de aniversário do blog e me diga: Qual o seu estilo literário favorito? Coloque seu endereço completo e aguarde, em breve enviaremos um presentinho para você!

Para se inscrever, basta acessar >> http://bit.ly/CoxinhaBooks << adoramos deixar nossos leitores cada vez mais felizes! Agora, vou recomendar para vocês, aqui nesse post, cinco livros bem legais: Gente Esperta não faz Dieta de Charlotte N. Markey, Hyde de Daniel Levine, Outro Dia de David Levithan, Segunda Chance de Elin Hilderbrand e Como ser solteira de Liz Tuccillo. Preparados para conhecer um pouquinho mais de todas essas obras? Vou falar delas aqui embaixo, basta continuar lendo o post!

GENTE ESPERTA NÃO FAZ DIETA

“O segundo dia de uma dieta é bem melhor que o primeiro. No segundo dia
você já deixou a dieta para lá”. – Jackie Gleason

Sobre o livro: Mediterrânea, detox, paleolítica, da proteína… Quem busca emagrecer pode escolher entre uma extensa variedade de dietas que prometem resultados milagrosos. Seguir um plano de emagrecimento requer disciplina, mas, não raro, o caminho para a perda de peso esbarra em efeitos colaterais: variações de humor, ansiedade, frustração, além da recuperação acelerada do peso perdido, fruto do emagrecimento rápido.

“Gente esperta não faz dieta” apresenta uma abordagem diferente sobre a maneira de pensar os hábitos alimentares. Com base nos seus estudos, a autora cria um plano que trabalha a psicologia da perda de peso e oferece estratégias comprovadas e eficientes para emagrecer com saúde. Charlotte acredita que controlar o peso não é só uma questão de emagrecer para ser magro e atraente, é uma questão de saúde. Por isso, não existe alimentos que são “vilões da dieta”, o importante é desfrutar da comida, sem exageros.

Gente esperta não faz dieta

O livro contém fundamentos científicos, além de depoimentos e entrevistas com especialistas, o que reforça a pesquisa da autora. Mais que um manual sobre dieta, a obra de Markey quer mudar a maneira de pensar sobre comida e perda de peso, capacitando o leitor a tomar decisões inteligentes que lhe permitam saborear o que come, sem deixar de manter o peso saudável. Para ajudar o leitor a seguir as recomendações da obra, a autora criou o aplicativo SmartenFit, que possibilita o registro de um diário alimentar, oferece artigos sobre saúde, textos motivacionais e dicas aprovadas por ela mesma.

Charlotte Marle, phD é professora de psicologia na Rutgers University, em Camden, onde dá aula de Psicologia Alimentar. Ela é doutora em saúde e psicologia do desenvolvimento pela California University Riverside. Há mais de 15 anos pesquisa alimentação, dietas, imagem corporal e risco de obesidade. Ela mora om o marido e os dois filhos em Swarthmore, na Pensilvânia, onde sempre que pode pratica corrida, natação e ciclismo.

Editora BestSeller || Grupo Editorial Record – Para comprar o livro, clique aqui!

HYDE

“Uma releitura engenhosa de um clássico que expõe a sensibilidade de uma criatura violenta. Hyde é dominado por uma atmosfera macabra, sombria, e a Londres de Daniel Levine tem um ar steampunk selvagem.” – New York Times Book Review

Sobre o livro: O romance “O médico e o monstro”, grande clássico de Robert Louis Stevenson, completa 130 anos em 2016. A trama narra a história de Dr. Jekyll, um médico acima de qualquer suspeita que, graças a uma série de experimentos, acorda em si mesmo uma segunda personalidade, o Sr. Hyde – a perfeita personificação da maldade. Mais do que um embate entre o bem e o mal, o livro fala sobre a complexidade e a dualidade inerentes a todo ser humano.

A complexidade é ainda mais explorada em “Hyde”, primeiro romance de Daniel Levine, que chega às livrarias pela Record em fevereiro. Em 2016, a humanização dos vilões e seu protagonismo estão em alta na cultura pop; não é à toa que “Malévola” foi um sucesso nos cinemas e que em breve estreiam um filme inteiro destinado aos vilões da DC Comics (“Esquadrão suicida”) e um espetáculo musical que narra a vida da bruxa má de “O mágico de Oz” (“Wicked”). Em seu livro, Levine dá voz ao Sr. Hyde, e mostra alguns dos principais acontecimentos da trama original sob a perspectiva do “monstro”.

Hyde

Preso no gabinete do Dr. Jekyll enquanto espera ser capturado, o Sr. Hyde conta a breve história de sua vida, enquanto tem controle do corpo que divide com o médico. Na releitura de Levine, Hyde já havia surgido antes, na infância de Jekyll, e retorna depois de anos adormecido. Com uma personalidade cheia de nuances, e o direito a ter as próprias experiências, o monstro aqui deixa de ser apenas mau. Em meio à trama de suspense – com direito a desaparecimentos e assassinatos – o Sr. Edward Hyde se verá em alguns momentos algoz, em outros vítima, e até herói em determinadas situações.

“Hyde” foi eleito um dos cinco melhores thrillers de 2014 pelo Washington Post, além de ter sido recomendado pelos editores do New York Times. A edição inclui ainda o texto completo de “O médico e o monstro”, de Stevenson.

Editora: Record – Para comprar o livro, clique aqui!

COMO SER SOLTEIRA

Sobre o livro: Em pleno 2016, o fato de uma mulher estar solteira – em qualquer idade – não deveria provocar sobressaltos. Afinal, muitos sutiãs já foram queimados nesta vida para garantir que relacionamentos não sejam uma obrigação, e que as mulheres tenham independência financeira e o pleno controle sobre seus corpos. Mas Julie, uma assessora de imprensa de 38 anos, não se cansa de ouvir a irritante pergunta: “Por que você ainda está sozinha?”.

A protagonista de “Como ser solteira” não nega: quer, sim, encontrar o amor de sua vida. Mas quer viver bem enquanto está sozinha também. E numa noite, quando é intimada por uma amiga que acabou de ser deixada pelo marido a sair numa noitada, ela percebe que ela e suas amigas solteiras não estão se saindo muito bem. Alice está tão obcecada em encontrar um homem que não faz mais nada da vida; Serena, pelo contrário, é tão focada em si mesma que não consegue conhecer gente nova; e Ruby parece não ter capacidade de superar a depressão de cada decepção amorosa.

como ser solteira

Entediada com o trabalho e com a vida, Julie toma uma decisão: viajar pelo mundo para tentar descobrir como as mulheres em diferentes partes do planeta lidam com a solteirice. De Paris ao Rio de Janeiro, passando por Roma, Sydney, Pequim e Reykjavík, ela aprende sobre diferentes costumes e formas de se relacionar entre homens e mulheres. No meio do caminho, ela também se apaixona, se diverte, tem o coração partido mas, principalmente, muda sua visão sobre o amor e a felicidade.

Para escrever o livro, a autora Liz Tuccillo de fato viajou pelo mundo entrevistando homens e mulheres solteiros sobre suas vidas amorosas. A história inspirou o filme homônimo, que estreia no Brasil em 25 de fevereiro e é protagonizado por Dakota Johnson, Alison Brie, Rebel Wilson e Leslie Mann.

Editora: Record – Para comprar o livro, clique aqui!

OUTRO DIA

Sobre o livro: Em “Todo dia”, David Levithan contou a história de A., adolescente que vive uma vida bem diferente das de seus pares: a cada dia, acorda num corpo diferente. Um dia pode ser menino, no outro menina; num dia gordo (a), noutro magro (a); um dia feliz, outro deprimido (a). Vai vivendo a vida assim, um dia de cada vez, até que ocupa o corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A. se apaixona por ela e, a partir daí, os dois terão que enfrentar muitos percalços para tentar entender e viver essa relação.

Agora, em “Outro dia”, Levithan oferece ao leitor o outro ponto de vista da trama: conhecemos a trajetória de Rhiannon, que vive um relacionamento conturbado e abusivo com Justin, até um dia em que ele parece estranhamente feliz, dedicado, carinhoso. Ao conhecer A. e sua condição bastante peculiar, a menina passa por um processo de reavaliação e autoconhecimento intenso. E começa a questionar a vida ao lado de Justin: vale a pena ficar com alguém que você ama mas não te trata bem?

outro dia

Ao mesmo tempo em que vai se apaixonando por A., Rhiannon sofre para aceitar suas mudanças diárias. A dificuldade em sentir atração por meninas ou por garotos que não fazem nem um pouco seu tipo pode acabar inviabilizando o relacionamento, embora ela saiba que, no fundo, é A. quem “habita” o corpo de cada uma daquelas pessoas. Com sua sensibilidade e doçura de sempre, Levithan fala mais uma vez sobre empatia, aceitação e amor. E, tendo Rhiannon como narradora, toca ainda em outros assuntos importantes, como a autoestima e a quebra dos relacionamentos abusivos.

Editora: Galera | Grupo Editorial Record – Para comprar o livro, clique aqui!

SEGUNDA CHANCE

“Segunda Chance cativa com sua narrativa, suas referências e seus
personagens ao mesmo tempo tanto comuns quanto memoráveis.”
– People

Sobre o livro:

Meredith sempre teve tudo: status, roupas de marca, uma casa completa. Até seu marido ser flagrado operando um esquema de fraude financeira que levou muitos investidores à falência. Condenado a 150 anos de prisão, Freddy deixou sua esposa e os dois filhos à sombra de seus crimes. Também sob investigação, Meredith vive a perseguição da mídia, o afastamento dos amigos e a raiva de todos aqueles que perderam as economias graças ao roubo de Freddy. Sem ter para onde ir, Meredith recebe a ajuda de sua melhor amiga do colégio, Connie. Enquanto aguarda os desdobramentos do caso, as duas amigas vão passar uma temporada na casa de praia de Connie em uma ilha paradisíaca, capaz de curar qualquer ferida.

Best-seller do The New York Times, “Segunda Chance” é um convite ao perdão ao próximo e a si mesmo. Uma história crível e memorável, recheada de reviravoltas que mostra a importância da superação. Leitura leve, típica para as férias.

segunda chance

Elin Hilderbroand vive em Nantucket com o marido e três filhos. Cresceu em Collegeville, na Pensilvânia, e viajou muito antes se estabelecer na ilha, cenário de seus romances. Hilderbrand é formada pela Universidade de Johns Hopkins e pela oficia de ficção a Universidade de Iowa.

Editora: Bertrand Brasil || Grupo Editorial Record – Para comprar o livro, clique aqui!