Eu sou completamente apaixonada por qualquer coisa relacionada à segunda guerra mundial, não por adoração ao que aconteceu, ainda sou uma pessoa normal, mas pelo conteúdo histórico que existe em torno desse acontecimento. As guerras são, obviamente, tudo de ruim que um homem consegue produzir. Mas, depois de um tempo, as guerras viram pontos notórios no cronograma da humanidade e, seria até esquisito dizer que elas estão sendo apagadas. No caso, a segunda guerra mundial, ou melhor, itens da segunda guerra, estão sendo engolidos pela natureza, seja por vergonha ou por reaproveitamento, rs, vejam só que incrível!

As imagens a seguir, de equipamentos militares da segunda guerra mundial, engolidos por plantas e árvores no Neva Bridgehead (ou Nevsky Pytachok), na Rússia, podem servir como declarações metafóricas e multifacetadas sobre a relação entre guerra e natureza. Boa parte desse ambiente de guerra, abandonado, é composto por armas russas usadas durante o pior momento da humanidade, embora existam armas alemãs também. Essa floresta também serviu como palco para o terrível cerco de Leningrado, onde 260.000 soldados soviéticos morreram tentando reabrir as comunicações terrestres com a cidade sitiada em Leningrado, e outros 160.000 soldados alemães morreram ao tentarem resistir. Veja um pouquinho:

segunda guerra capacetes

segunda guerra granadas

segunda guerra armas

Nas imagens, fica evidente que a guerra e a natureza viveram diretamente em conflito, aliás, ainda vivem. Felizmente, o tempo curou as feridas materiais deixadas ali, mas lembranças tristes farão, para sempre, parte dessa história. Pelo menos, onde um dia, tirou-se vida, hoje, dá-se vida, seja em forma de árvores ou plantinhas pequeninas que invadem os desleixos humanos.

Compartilhe: