Olá, coxinhos! Qual de vocês já ouviu uma frase parecida com essa do título quando disse que não gostava de um episódio de anime? Pois é. Acontece muito, principalmente com One Piece. E o que há nesse anime que faz com que algumas pessoas se declarem viciadas ao mesmo tempo que a maioria não suporta assistir os dez primeiros episódios? Na minha opinião, nada. Eu tolerei 30 episódios. E ouvi de todos os fãs com quem conversei o mesmo papo: daqui a pouco você se acostuma e o anime fica legal.

Eu sou do tipo que não gosta de se acostumar com as coisas. Não acho que devemos julgar uma obra por três ou quatro episódios e tento sempre dar uma chance ao anime. Porém, se você precisa assistir dezenas ou centenas para “se acostumar”, a verdade é que o anime é péssimo. Entre histórias superficiais e uma trilha sonora entediante, algo parece ter conquistado milhares de pessoas em todo o mundo e One Piece já está no ar desde 1999. Eu gostaria de ter assistido todos os episódios até hoje para ter uma opinião realmente sólida, mas me falta paciência.

Você que é um fã desta obra, antes de me apedrejar, que tal explicar o que tem de bom em One Piece?! E, por favor, não me venha com “ah, no começo é ruim, mas depois de 347 episódios, você se acostuma”. Para mim, anime ótimo é aquele que dura somente o necessário para se tornar inesquecível. Indico a vocês, coxinhos, quatro que considero espetaculares:

naruto 2

Berserk

naruto 3

Death Note

naruto 4

Street Fighter II Victory

naruto 5

Record of Lodoss War

Histórias fenomenais, sonoplastias empolgantes e nada de filler. Tudo diferente de One Piece. Mas quero deixar claro que nem todo anime longo é ruim. Dragon Ball Z, Naruto e Bleach são ótimos exemplos disso. Entretanto, sempre há o tal do filler para encher o saco de todo mundo. Após uns 100 episódios de Naruto, tomei uma decisão que tornou o anime um dos melhores que já assisti: eu salto os episódios de filler.

naruto 7

O filler é o episódio que serve unicamente para enrolar o telespectador. Normalmente é utilizado para não permitir que o anime alcance o mangá, muitas vezes lançado concomitantemente. Mas a verdade é que parece que é feito por um estagiário incompetente, pois, invariavelmente, apresenta uma história de imbecilidade ímpar, totalmente destoante com os episódios principais. Como não fazem a menor falta para a história original, a dica que deixo é que vocês simplesmente os ignorem. Assim, dá para ser feliz assistindo as centenas de episódios de Naruto numa boa. A história principal é ótima. E aí, coxinhos? Quais animes mudaram a vida de vocês?

Por @RPGBadia