A quarta e última temporada de 13 Reasons Why, chega à plataforma da Netflix no próximo dia 5, e mesmo dividindo opiniões, o show se tornou necessário e promoveu debates que vão além do bullying e suicídio. Transcendem para o pós, para as consequências de tais atitudes e como cada indivíduo reage, em sua existência.

A série, mostrou que a violência, nunca é o melhor caminho e a prova disso foi um recente estudo publicado pelo Journal of the American Academy of Child & Adolescent Psychiatry. O trabalho aponta que de cada cinco crianças que sofreram algum tipo de violência,uma pensa em cometer suicídio.

“A alta prevalência de vitimização por bullying e o risco aumentado para tentativas de suicídio entre as vítimas da prática apontam para a necessidade urgente de implementar intervenções eficazes para lidar e prevenir os dois problemas”, comentou Ai Koyanagi, autor da pesquisa.

Se traçarmos um paralelo, com o passado de Hannah Backer, vimos a personagem passar por várias situações difíceis, abuso psicológico, posteriormente físico, culminando em tal atitude, selada pelo descaso de um adulto que poderia, talvez, ter conseguido evitar.

Obviamente estamos falando de ficção, mas histórias como a da Hannah são reais, e acontecem diariamente, e o estudo comprova que adolescentes entre 12 e 15 anos que sofreram Bullying apresentam risco três vezes maior de tentar suicídio.

Outro levantamento realizado no Reino Unido, conduzido pela Diana Award, instituição de caridade anti-bullying criada em homenagem à princesa Diana, com 1.003 jovens entre 11 e 16 anos, apontam que 17% dos jovens vítimas de Bullying consideram se matar para fugir da perseguição, enquanto 78%, afirmam que o abuso lhes causa ansiedade.

O mesmo estudo britânico, comprova que mais da metade dos jovens entrevistados, sofreram Bullying em algum momento da vida, ou viram alguém sendo vítima.

Se considerarmos nossas vidas, tanto os mais velhos quanto os mais jovens, se analisarmos nossas memórias escolares, perceberemos que em algum momento da nossa existência nos deparamos com o Bullying de alguma forma, se não conosco, com alguém próximo a nós, então por isso, nos sentimos tão próximos à realidade que 13 Reasons Why nos transmite. As consequências são reais, Clay é a personificação dos traumas que o Bullying pode causar, mesmo de maneira indireta.

Se você conhece alguém que sofre Bullying, além de tentar ajudar de alguma forma, perceba pequenas mudanças comportamentais. O estudo aponta que as vítimas passam a ter muita dificuldade acadêmica, e baixo rendimento escolar, além que começar a faltar as aulas, algumas precisam mudar de escolas. E pasmem, 23% acreditam que a escola não consegue controlar o problema.

Após resultado da pesquisa britânica, foi criada a campanha #Back2School, com celebridades e políticos, e alguns depoimentos mostram que o Bullying não é algo dos dias atuais, e sempre foi presente nas escolas:

“Quando eu tinha 13 ou 14 anos, pensei muito em cometer suicídio. Achei que seria uma solução mais fácil do que ter que continuar sofrendo bullying” – Contou Chris Elmore, membro do parlamento britânico, hoje com 35 anos.

O Bullying é um assunto delicado, onde muitos ainda se limitam a debate-lo. Mas, para que seja evitado, é necessário que toda a comunidade participe, começando dentro de casa, com pais mais atentos ao comportamento dos seus filhos, dia após dia. As escolas também, precisam criar um ambiente saudável para todos, corpo docente e discente, e que as questões sejam resolvidas com diálogo.

As campanhas anti-Bullying precisam ser algo contínuo nas instituições e mais do que nunca, precisamos ser realmente presentes para as pessoas. Que 13 Reasons Why chegue ao seu fim, com a mensagem de atenção que desejava passar de maneira clara e visceral.

Lembramos que 13 Reasons Why é uma série destinada a maiores de 18 anos. Por conter assuntos complicados e intensos da vida real, é orientado que se procure ajuda em caso de gatilhos mentais. Procure organizações especializadas como SaferNetCVV e Instituto Vita Alere, se precisar de ajuda. Sua vida vale muito, lembre disso! No Youtube, você encontra conteúdos explicativos dos atores da série com alertas sobre os temas: BullyingDepressãoEntendendo consensoAbuso de drogas e álcoolViolência armada e Falando com o seu filho adolescente.

A temporada final de 13 Reason Why chega dia 5 de junho na Netflix.

LEIA MAIS SOBRE MUNDO