Às vezes, na produção de um filme, é comum ter briga entre atores ou até mesmo pedidos excêntricos da parte do diretor. Muitas histórias contadas sobre os bastidores são lendas, sabemos disso. Porém, mostrarei para você hoje, uma lista que mais pode ser considerada um grande enredo de filme de terror e não lendas de bastidores- acredite, esta lista é muito verdade! Espero que você se divirta, como eu me diverti fazendo! Confira abaixo o top 10 de filmes com histórias de bastidores bizarras!

10- DAU

Dau era um projeto de filme em 2011, mas que foi bruscamente paralisado.  Claro que isso não quer dizer que as filmagens tenham sido paradas! O diretor Ilya Khrzhanovsky transformou esse filme sobre o vencedor do Prêmio Nobel Lev Landau em uma experiência incrivelmente bizarra. O pessoal do elenco e da produção foi obrigado a vestir roupas russas em meados do século XX, para coincidir com o período da história do filme.

Pois é, a equipe não foi autorizada a ter telefone celular ou qualquer outra coisa moderna durante as gravações. A comida tinha que ser em latas, assim como na época de Landaue e todos os documentos tinham que ser datilografados. Qualquer pessoa que fosse vista falando sobre ou usando algum tipo de equipamento moderno sem permissão, era multada!

Essa atitude do diretor, considerada desnecessária por várias pessoas, era um, como ele próprio diz, “delírio puro”. Essa foi a razão pela qual a equipe tinha que fazer as mesmas tarefas repetidamente – quando alguns membros da equipe foram demitidos, eles descreveram a experiência como sendo semelhante a uma “prisão” – Esse cara é muito louco né? 😉

9- ERASERHEAD

eraserhead

Eraserhead é um filme conhecido por ser enigmático e assustador. Trata-se da história de um  perdedor (Henry Spencer), em um cenário bizarro, experimentando visões estranhas enquanto cuida de uma criança ainda mais bizarra ainda (aliás, ela nem parece ser humana). Mas isso é o que poderíamos esperar de David Lynch. Se você já ouviu falar alguma coisa estranha sobre ele, fato que tudo é muito mais tranquilo quando comparado ao que ele fez nos bastidores desse filme.

Por exemplo, o cara se recusou a falar sobre como o efeito do bebê foi feito por décadas (nem permitiu que alguém da equipe falasse sobre isso). Dada a aparência do objeto, o orçamento, as texturas da pele e o fato de ser tão articulado (seus olhos fecham na vertical), a principal teoria é que foi usado um feto de bezerro de verdade!

Lynch colocou fios e arames em um cadáver para trazê-lo à vida e isso é explicado como algo divertido nas cenas excluídas do filme. Ele pediu a um veterinário que lhe desse um gato morto (na promessa de que não estaria explícito no filme), ao abrir o animal, foram encontradas cores muito vivas. Então, ele colocou o gato em um poço de piche e o deixou  lá por um ano. Isso foi feito para que ele pudesse usar o cadáver do animal na cena em que o sapato de Henry prende em um cabo conectado ao gato. Isso é o suficiente para fazer você pensar que Lynch começou a produzir filmes apenas para realizar tudo o que sua mente excêntrica pensa. – O_o assustador

8- NOÉ

noah

Stalkers  de celebridades não é uma coisa nova. Mas teve um, que foi atrás de Emma Watson durante as filmagens de Noé, que foi mais agressivo do que a maioria. Durante as filmagens, Emma decidiu sair para a floresta perto do local das filmagens e um stalker apareceu – detalhe: a atriz reconheceu o cara porque ele já tinha estado perto de sua casa.

Membros da equipe seguraram o homem e Emma, que não se machucou, preferiu não prestar queixa. Os envolvidos com a filmagem descreveram que foi meio esquisito o jeito que eles quiseram encobrir tudo – uma decisão questionável à luz do encorajamento que isso pode fornecer  a outros stalkers. – Bem suspeito né? Ou seria apenas mais um ato de bondade da nossa Emma?

7- SKIPPY

skippy

Candidato a melhor filme em 1931, o filme mostra uma cena em que a estrela infantil Jackie Cooper foi obrigada a chorar. O diretor Norman Taurag achou que a emoção verdadeira era necessária para a cena. Ele pediu à um assistente que levasse o cão de estimação de Cooper para fora (atrás do estúdio), para fingir matá-lo. Depois da cena, revelaram para Cooper que tudo tinha sido uma farsa, mas o acontecimento traumatizou tanto o ator que ele intitulou a história, em sua autobiografia, assim: Please do not shoot my dog!

Mesmo tendo usado um método insensível para comover o ator mirim, o desempenho  do menino foi premiado como melhor ator naquele ano. – Mas que maldade com o menino!

6- ALIEN

alien

Todos já ouviram falar sobre a cena chest-bursting (peito estourado) do clássico de horror de 1979, mas alguns membros do elenco foram completamente surpreendidos na época. Muito creepy (e pouco conhecida) é a história de Dan O’Bannon sobre o artista HR Giger. Para projetar a cabeça do xenomorph, ele comprou crânios humanos reais da Índia e os cortou em pedaços.

O’Bannon não fez nada com eles até meados dos anos 1980, quando escreveu a ideia para a comédia Return of the Living Dead. Posteriormente, foi dito que a Índia havia fechado as empresas fornecedoras de esqueletos, o que fazia parecer que, possivelmente, algo bem desagradável estava acontecendo. Mais uma coisa bizarra: os dentes dos crânios que ele viu Giger trabalhar, eram muito parecidos com dentes de crianças. – Isso sim é bizarro!

5- AGUIRRE, A CÓLERA DOS DEUSES

AGUIRRE

O filme de Werner Herzog, de 1972, teve a história de que o diretor ameaçou Klaus Kinski com uma arma para impedi-lo de sair do filme. Kinski disse que isso não aconteceu, até porque, só ele mesmo tinha uma arma naquelas filmagens. Em sua autobiografia Kinski conta ter ameaçado atirar em pessoas, e diz ainda que disparou tiros em uma cabine que a equipe de filmagem estava hospedada, simplesmente porque eles estavam falando alto demais. O tiro “só” arrancou a ponta do dedo de um cara da equipe e olha que tinha bastante gente no local.

O ator também quase matou um figurante por ele ter batido em sua cabeça com uma espada durante as gravações. O golpe abriu a cabeça do homem, e, sem dúvida, o teria matado se ele não estivesse usando um capacete. Não é de se admirar que Herzog mais tarde teria tentado assassinar Kinski. – É sério isso!?

Além de todas essas polêmicas, um dos cadáveres do filme é bem real. Herzog disse que seu irmão teve que voar da Europa para trazê-lo para o set. Para não passar o corpo em bagagem (e correr o risco de perder a “peça”), seu irmão levou-o no avião com ele e se sentou ao lado do corpo! – Que horror!

4 – END OF EVANGELION

END OF EVANGELION

Esse é um daqueles filmes de anime dos anos 1990, que solidificou o estereótipo de que eles são todos cheios de violência e simbolismo impenetrável. Na verdade, nada pode ser igualado os acontecimentos bizarros deste filme. A história do filme é que no ano de 2015 a humanidade enfrenta uma ameaça: seres misteriosos chamados Anjos semeiam o pânico e a destruição por onde passam. Com o intuito de deter esta ameaça fatal, as Nações Unidas encarregaram a organização secreta Nerv de criar andróides gigantescos, os Evangelions, cuja missão é derrotar os anjos. No filme, o protagonista masculino tem alucinações cheias de imagens aleatórias, tais como cartas e desenhos de crianças.

Bem, o que acontece é que aqueles desenhos vieram de crianças que foram vítimas de abuso real, e assim seus eventos de dores íntimas estavam sendo imortalizadas no filme. E as cartas? Algumas cartas com ameaças de morte foram enviadas para diretor Hideki Anno porque os fãs estavam descontentes com a edição anterior da série, concebida para ligar os eventos da série para o filme.

O pior de tudo: uma das dubladoras principais realmente estrangulou uma atriz durante a gravação, porque era isso que estava acontecendo na cena. O estrangulamento foi tão forte que ela teve dificuldades para continuar a gravação. – Ai japão…

3 – VÁ E VEJA

vic

Vá e veja (Come and see) é um filme de 1985 da União Soviética, que conta a história do choque de vítimas da invasão da URSS do Terceiro Reich. Ao filmar a obra, Elem Klimov poderia ter sido um pouco menos realista. Balas reais foram disparadas contra membros do elenco. Mesmo que ninguém estivesse realmente tentando atirar em alguém, o ator principal Aleksey Kravchenko descreveu como uma das balas veio a poucos centímetros de sua cabeça durante uma das gravações. Os críticos notaram que a sensação de perigo  e pânico foi bem transmitida ao espectador, mas realmente valeu a pena? – Acho que não hein…?

2 – A ÚLTIMA CASA À ESQUERDA

A ULTIMA CASA A ESQUERDA

A Última Casa à Esquerda (Last House On The Left ) é um filme de Wes Craven, e é a produção em que ele foi longe demais no conteúdo. De acordo com o diretor e os atores David Hess e Marc Shaffer, as coisas ficaram muito sérias nos bastidores. Por exemplo, para obter uma reação adequada de medo da sua co-estrela Sandra Cassell, Marc Shaffer agarrou e segurou a mulher, ameaçando jogá-la se ela não conseguisse fazer a próxima cena.

Mais tarde, durante uma cena de estupro, David Hess ameaçou estuprar a atriz de verdade, para obter um melhor desempenho. Hess ficou realmente com medo quando o ator que interpretava seu pai no filme, o ameaçou com uma serra elétrica de verdade, sem qualquer segurança. Essa cena aconteceu depois de filmar uma cena de briga na qual eles se socaram de verdade durante a gravação. – Que treta hein?

1 – Campo 731 – Bactérias, A Maldade Humada

bacterias a maldade humana

É compreensível que o diretor deste filme de 1986 tenha sentido vontade de fazer tantas coisas perturbadoras? TF Mous estava fazendo um filme sobre a tortura sistemática e experimentação humana que ocorreu na Unidade 731, durante a Segunda Guerra Mundial. Para retratar o horror da história, ele provavelmente sentiu que não deveria haver limites entre o público e as atrocidades reais simuladas na história.

Para exemplificar, há uma cena no filme em que ratos são incendiados, por isso, nada melhor do que incendiar ratos de verdade, não é? Mas muito pior é a cena em que uma criança que morreu por causa da exposição é colocada em uma mesa de autópsia. Esta criança era uma criança real que havia morrido pouco antes das filmagens. Não é à toa que o filme é, muitas vezes descrito, como um dos filmes mais perturbadores já vistos! – Sem dúvida!!

Conhece mais fatos bizarros e perturbadores que rolaram por trás das telinhas? Escreva aqui embaixo! 😉